Rio critica campanha do PS: “Está próximo de ser passível de processo-crime”

O líder do PSD defende que o PS colocou nas redes sociais um "vídeo truncado", com declarações suas sobre o aumento do salário mínimo.

Na escalada de tensão entre o PS e PSD nesta campanha para as legislativas, Rui Rio está a mostrar-se muito crítico do partido adversário. Depois de ser partilhado um vídeo do líder do PSD sobre o aumento do salário mínimo, Rio escreve que este está “truncado”, classificando este passo como “baixo” e “próximo de ser passível de processo-crime”.

Em causa está uma discussão em que António Costa acusou o líder do PSD de ser contra o aumento do salário mínimo, afirmação que Rio recusou. Perante a negação, foi publicado um vídeo onde Rio fala sobre este assunto. No entanto, o líder social-democrata defende que o vídeo que o partido “colocou nas redes sociais” está truncado, apontando que este ato do PS é “baixo e está próximo de ser passível de processo-crime”.

Já noutro tweet, algumas horas antes, Rui Rio tinha escrito que “no caso dos ataques do PS é vergonhosa a forma como monta uma campanha negra, deturpando as propostas do PSD, truncando as minhas afirmações e procurando incutir o medo e a confusão”.

Rio estava assim a reagir a acusações de António Costa, que tem repetido que o social-democrata é contra a subida do salário mínimo e o aumento das pensões (e que Rio quer capitalizar a Segurança Social), que quer tornar o SNS “tendencialmente pago” (em vez de gratuito) e controlar politicamente os tribunais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rio critica campanha do PS: “Está próximo de ser passível de processo-crime”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião