Governo prolonga testes gratuitos à Covid até ao final de fevereiro

O Governo decidiu prolongar até ao final de fevereiro o regime de comparticipação de testes rápidos de antigénio à Covid. Em causa estão quatro testes gratuitos por utente por mês.

O Governo decidiu prolongar até ao final de fevereiro o regime excecional e temporário que permite a comparticipação de testes rápidos de antigénio à Covid nas farmácias e laboratórios aderentes. Em causa está a realização de quatro testes gratuitos por utente por mês.

No contexto da situação epidemiológica atual, importa continuar a assegurar a vigência do regime excecional e temporário até ao dia 28 de fevereiro de 2022, prosseguindo a utilização de testes para deteção do SARS-CoV-2“, lê-se na portaria n.º 57/2022, publicada esta quinta-feira em Diário da República.

Em causa está a comparticipação de até quatro testes rápidos de antigénio por utente por mês, nas farmácias e nos laboratórios aderentes, independentemente da idade ou do estado vacinal do utente. Os testes rápidos de antigénio à Covid-19 voltaram a ser comparticipados a 100% pelo Estado a 19 de novembro, sendo que em dezembro o Executivo tinha alargado o número de testes grátis por mês e por pessoa para seis, dada a aproximação do período festivo e o aumento de casos diários que já se fazia sentir. Em janeiro, o limite voltou a ser de quatro testes por mês.

O prolongamento desta medida surge numa altura em que Portugal tem batido sucessivos recordes no número de infeções por Covid-19. Só nas últimas 24 horas, foram identificadas 65.578 infeções, um máximo de sempre, e mais 42 óbitos, de acordo com o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. Ainda assim, importa referir que este aumento de casos não se tem refletido em larga medida numa pressão adicional sobre os sistemas de saúde.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo prolonga testes gratuitos à Covid até ao final de fevereiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião