EDP Renováveis ganha direitos para projeto eólico “offshore” nos EUA

  • Lusa
  • 28 Fevereiro 2022

Situada a 38 milhas da costa de Nova Iorque e a 53 milhas da costa de Nova Jérsia, estima-se que a área atribuída à OW East tenha capacidade para até 1,7 GW.

A EDP Renováveis anunciou este domingo que o consórcio Ocean Winds East, que integra, ganhou os direitos exclusivos para desenvolver um projeto eólico offshore de até 1,7 gigawatt (GW) nos Estados Unidos.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP Renováveis informa que “a OW Ocean Winds East (“OW East”), uma joint venture detida a 50/50 pela Ocean Winds (“OW”, a JV Offshore detida a 50/50 pela EDPR e Engie), e pela Global Infrastructure Partners (“GIP”), foi nomeada licitante vencedora de uma área de 71.522 acres ou 289,4 quilómetros quadrados (OCS-A 0537) ao largo da costa de Nova Iorque/Nova Jérsia“.

“A área de leasing foi atribuída num leilão de seis áreas offshore do programa “New York Bight” do US Bureau of Ocean Energy Management (BOEM)”, lê-se no documento. Situada a 38 milhas da costa de Nova Iorque e a 53 milhas da costa de Nova Jérsia, estima-se que a área atribuída à OW East tenha capacidade para até 1,7 GW. A OW East pagará 765 milhões de dólares (cerca de 682 milhões de euros) pelos direitos, um preço estabelecido no leilão.

Os EUA representam “um dos mais promissores mercados eólicos offshore com um objetivo de capacidade eólica offshore de 30 GW até 2030, o que criará cerca de 80.000 postos de trabalho“, afirma a EDP Renováveis.

“Com anúncio de hoje, a EDPR, através da sua associada OW, aumenta a visibilidade do seu crescimento no segmento de eólica offshore, com a capacidade em operação, contratada ou com direitos de ligação à rede atingindo os 11 GW, alargando e diversificando assim as opções de crescimento rentável a longo-prazo da EDPR, mantendo um perfil de risco equilibrado”, acrescenta a empresa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP Renováveis ganha direitos para projeto eólico “offshore” nos EUA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião