Preço do gás natural dispara 26%, para 115 euros/MWh

  • Lusa e ECO
  • 28 Fevereiro 2022

Desde que a Rússia, o principal exportador de gás natural da Europa, atacou militarmente a Ucrânia, na quinta-feira, que o preço do gás natural tem subido de forma acentuada. 

O preço do gás natural TTF (Title Transfer Facility) para entrega em março subiu esta segunda-feira 26% para 115 euros por megawatt hora (MWh), num contexto de maior incerteza devido à invasão russa na Ucrânia.

O preço do gás natural começou na sessão desta segunda-feira com uma forte valorização, depois de fechar na sexta-feira nos 91,5 euros por MWh. Segundo dados consultados pela agência noticiosa Efe, às 08:30 de hoje o gás encontrava-se nesta cotação, tendo, no entanto, às 07:00, atingido os 125 euros.

Desde que a Rússia, o principal exportador de gás natural da Europa, atacou militarmente a Ucrânia, na quinta-feira, que o preço do gás natural tem subido de forma acentuada. Nesse dia, o gás natural registou um aumento de 30%.

O ataque à Ucrânia está a agitar os mercados internacionais, puxando igualmente pelo preço do petróleo. Esta segunda-feira, o barril cotado em Londres aproximou-se novamente dos 100 dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Preço do gás natural dispara 26%, para 115 euros/MWh

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião