Dono do Lidl ajuda Ucrânia com bens no valor de 10 milhões de euros

  • Joana Abrantes Gomes
  • 3 Março 2022

A proprietária do grupo de supermercados Lidl vai aumentar para 10 milhões de euros o apoio às vítimas do conflito na Ucrânia, doando bens alimentares, têxteis e artigos de higiene.

O grupo Schwarz – proprietário, entre outras marcas, do grupo de supermercados Lidl – anunciou esta quinta-feira que vai ajudar as vítimas do conflito na Ucrânia com a doação de dinheiro e bens no valor de 10 milhões de euros, sublinhando que “a rápida ajuda e sem burocracias é agora a principal prioridade”.

Em comunicado, o retalhista alimentar aponta que tem trabalhado com várias organizações que prestam ajuda no terreno desde o início da invasão russa à Ucrânia, tendo já oferecido “doações em dinheiro e em espécie no valor de 3 milhões de euros”.

Esse apoio será agora aumentado para dez milhões de euros com alimentos não perecíveis, têxteis domésticos, artigos de higiene e outros produtos de necessidade urgente. “Acreditamos que deverá ser dada uma contribuição significativa o mais rapidamente possível para o abastecimento dos refugiados nas zonas próximas da fronteira ucraniana”, defende a empresa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Dono do Lidl ajuda Ucrânia com bens no valor de 10 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião