Guerra continua a pesar em Wall Street. Nasdaq entra em bear market

Os principais índices de Wall Street fecharam em terreno negativo, com o Nasdaq em baixa e o Dow Jones a corrigir.

A guerra na Ucrânia pesou nos mercados esta segunda-feira. Wall Street fechou a primeira sessão da semana em queda, com o índice Nasdaq a entrar em “bear market” e o Dow Jones em correção. Isto numa altura em que os preços do petróleo, metais e de outras commodities disparam, fazendo aumentar os receios da inflação.

O índice industrial Dow Jones caiu 2,37% para 32.819,56 pontos, um resultado que o colocará mais de 10% abaixo do fecho recorde (de 4 de janeiro), o que confirma uma correção para o índice. Uma correção acontece quando um índice fecha 10% ou mais abaixo do valor de fecho recorde.

Já o financeiro S&P 500 recuou 2,97% para 4.200,22 pontos. O tecnológico Nasdaq terá entrado em “bear market”, ao fechar mais de 20% abaixo do máximo de fecho (de 19 de novembro), de acordo com a Reuters. Um mercado em baixa — bear market — é confirmado quando um índice fecha, pelo menos 20% abaixo do último máximo. O índice recuou 3,58% para os 12.836,68 pontos.

Quanto aos preços do petróleo, metais e de outras commodities, estes dispararam nesta segunda-feira, enquanto as ações globais afundavam, após Washington afirmar que está a estudar uma proibição de importações de petróleo russo, alimentando ainda mais a pressão inflacionária sobre as economias em todo o mundo.

Os preços do petróleo atingiram o nível mais elevado desde 2008. Neste cenário, a energia foi um dos únicos setores a registar ganhos nesta sessão. A ExxonMobil, por exemplo, subiu 3,60% para os 87,12 dólares.

Por outro lado, a maioria das cotadas do setor financeiro recuaram, bem como as tecnológicas (afundando consigo o Nasdaq). A Amazon perdeu 5,62%, a dona do Facebook, Meta, caiu 6,29% e a Netflix recuou 3,17%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Guerra continua a pesar em Wall Street. Nasdaq entra em bear market

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião