Construção teme que guerra na Ucrânia ameace execução do PRR

  • ECO
  • 8 Março 2022

Além do agravamento das dificuldades já sentidas com a pandemia, como a subida dos preços das matérias-primas, o setor da construção receia que o conflito na Europa ameace a execução do PRR.

As dificuldades que o setor da construção começou a enfrentar com a pandemia, como a subida dos preços das matérias-primas e atrasos nas cadeias logísticas globais, estão a ser agravados pela guerra na Ucrânia. Ainda que nenhuma construtora portuguesa tenha de momento trabalhos em curso em nenhum dos dois países envolvidos no conflito, o setor teme que a guerra ameace a execução dos investimentos previstos no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

“A crescente pressão inflacionista que se tem vindo a registar ao nível dos preços das matérias-primas, da energia e dos materiais de construção já marcava a economia e o setor da construção, mas se continuarmos a assistir a esta realidade, inevitavelmente os custos de construção vão-se agravar significativamente“, disse o presidente da AICCOP, Manuel Reis Campos, citado pelo Jornal de Negócios (acesso pago).

O conflito no Leste da Ucrânia está também a impactar o investimento, bem como “a confiança dos investidores e as suas expectativas para os projetos previstos”, diz Manuel Reis Campos. No âmbito do PRR, mesmo os concursos promovidos e já celebrados, têm “um incremento do grau de incerteza da sua concretização”, sublinha, considerando que resulta “dos riscos acrescidos que estamos a enfrentar”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Construção teme que guerra na Ucrânia ameace execução do PRR

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião