Não está em causa aumento do preço dos transportes, garante Pedro Nuno Santos

"Não está um causa nenhum aumento de preços" no transporte coletivo de passageiros. A garantia é do ministro das infraestruturas, que alerta que a margem para medidas de apoio é estreita.

O ministro das Infraestruturas afirma que não está a ser equacionado uma subida do preço cobrado nos transportes coletivos de passageiros, devido forte aumento do preço dos combustíveis. Uma garantia deixada à margem das comemorações do 77º aniversário da TAP.

“A TAP é uma realidade diferente do transporte coletivo de passageiros e aí, não sendo a área que tutelo, não está neste momento em causa um aumento de preços“, disse o ministro em declarações à margem que decorreu no Museu do Ar, em Sintra.

Pedro Nuno Santos referiu que o Governo tem estado em contacto com os representantes das companhias de transportes, no sentido de “encontrar medidas para atenuar o sério impacto que estamos a ter”. A Guerra na Ucrânia e as sanções à Rússia levaram a cotação do petróleo para perto de valores recorde, refletindo-se no preço dos combustíveis, que esta semana registaram o maior aumento de sempre.

“Estamos conscientes das dificuldades, mas as capacidades para o Estado intervir são limitadas. Temos de encontrar uma solução dentro de bandas estreitas”, alertou o ministro das Infraestruturas. “Quando puxamos a manta, estamos a desproteger noutro sítio”.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Não está em causa aumento do preço dos transportes, garante Pedro Nuno Santos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião