Hospital da Luz é o primeiro privado a ter Centro Académico Clínico

O Centro Académico Clínico visa a promoção da qualidade dos cuidados de saúde prestados às populações através do estímulo das sinergias entre o ensino, a investigação e os cuidados médicos.

Está criado o primeiro Centro Académico Clínico não estatal em Portugal. A portaria que confere este estatuto à associação privada sem fins lucrativos denominada CAC Católica Luz – Centro Académico Clínico Católica Luz foi publicada esta sexta-feira em Diário da República. O objetivo é potenciar as sinergias já existentes entre a Universidade Católica Portuguesa, a Luz Saúde, o Hospital da Luz, a GLSMED Learning Health e a União das Misericórdias Portuguesas.

“A Luz Saúde quer, cada vez mais, ter um papel diferenciador na criação do futuro dos cuidados de saúde em Portugal e no mundo, bem como no ensino e formação das próximas gerações de profissionais de saúde”, começa por dizer uma fonte oficial da Luz Saúde à Pessoas.

“O futuro da saúde será muito diferente do que temos hoje, mais digital, com melhor acesso, suportado numa crescente evidência científica, que permitirá prever, antecipar e tratar de forma mais precisa e com maior satisfação todos os doentes que de nós precisem. Este futuro, que já está em andamento, precisará cada vez mais de equipas multidisciplinares preparadas para integrar todas as potencialidades da tecnologia e conseguir-se adaptar de forma eficaz a um mundo em constante mudança”, acrescenta.

A missão do grupo hospital é, diz a mesma fonte, “alcançar os melhores resultados de saúde na perspetiva dos doentes, através de um diagnóstico e tratamento rápido e eficaz, com absoluto respeito pela sua individualidade, e criar uma organização capaz de atrair, desenvolver e reter pessoas excecionais”.

Em parceria com a Universidade Católica Portuguesa (UCP), o Hospital da Luz, enquanto hospital universitário, e o Hospital da Luz Learning Health, nas suas vertentes de formação, investigação e inovação, vão continuar a sua transformação para hospitais universitários, contribuindo para a criação dos profissionais de saúde do futuro.

“É com elevado sentido de responsabilidade que a rede de hospitais e clínicas Hospital da Luz assume o compromisso de, através deste novo Centro Académico Clínico, continuar a promover uma sólida investigação clínica e biomédica que contribua de forma distintiva para o sistema de saúde, através da introdução de novos standards assistenciais e de novas tecnologias de apoio à prestação de cuidados”, refere Isabel Vaz, CEO da Luz Saúde, citada em comunicado.

“O Centro Académico Clínico Católica-Luz contém todos os elementos necessários para cumprir a missão de concertar os esforços do ensino, investigação e cuidados médicos para a melhoria dos serviços prestados à população. Será o centro catalisador que aproximará a investigação fundamental e translacional da prática clínica”, refere a reitora da Universidade Católica Portuguesa, Isabel Capeloa Gil. E salienta: “A criação deste CAC trará um contributo importante para a medicina em Portugal, permitindo o seu desenvolvimento e progresso através da criação de laços estreitos entre todos os protagonistas na área da saúde.”

Já Manuel Caldas de Almeida, vice-presidente da União das Misericórdias Portuguesas, acrescenta que “o futuro será, obrigatoriamente, construído com estas parcerias”. “Numa sociedade sempre com novos desafios não basta fazer o bem, temos de o fazer com qualidade e eficiência organizacional”, diz.

Os centros académicos clínicos são estruturas integradas de atividade assistencial, ensino, investigação clínica e de translação, que associam unidades prestadoras de cuidados de saúde, instituições de ensino superior e instituições de investigação públicas ou privadas.

De acordo com o previsto no Decreto-Lei n.o 61/2018, de 3 de agosto, que cria o regime jurídico dos centros académicos clínicos e dos projetos-piloto de hospitais universitários, os centros académicos clínicos têm como principais objetivos o avanço e a aplicação do conhecimento e da evidência científica para a melhoria da saúde.

“Queremos que o centro académico seja um verdadeiro integrador das atividades de todos os parceiros. É importante que todas as entidades que o constituam funcionem de forma sinérgica, para alcançar novos patamares de qualidade e inovação, tanto individualmente como em conjunto. As várias estruturas de governance que serão constituídas, agora oficialmente, contam com líderes ao mais alto nível dos vários parceiros, para elevar a ambição e poder de forma eficaz implementar uma estratégia de desenvolvimento ambiciosa”, detalha a mesma fonte oficial da Luz Saúde, em declarações à Pessoas.

Em causa está “o aproveitamento efetivo de sinergias nas várias áreas de atuação e potenciação da partilha de recursos humanos altamente qualificados e especializados”; “a introdução de programas inovadores e parcerias estratégicas que possibilitem avanços qualitativos nas atividades assistencial, de ensino e de investigação clínica e de translação”; “a promoção de uma cultura comum focada na excelência científica e clínica num contexto internacional”; e “o estabelecimento do foco da atividade na promoção da qualidade dos cuidados de saúde prestados às populações com base numa resposta adequada às suas diferentes necessidades”, pode ler-se na portaria assinada pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e pela ministra da Saúde, Marta Temido.

As entidades envolvidas nesta associação já colaboram entre si para desenvolver estratégias que potenciam as sinergias entre elas, no sentido de criar uma cultura institucional comum focada na qualidade científica e clínica num contexto internacional.

(Notícia atualizada às 19h36 com declarações de fonte oficial da Luz Saúde à Pessoas)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hospital da Luz é o primeiro privado a ter Centro Académico Clínico

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião