EDP abre portas aos Free Electrons. Procura startups focadas na transição energética

As candidaturas para a sexta edição do Free Electrons já arrancaram. Startups podem inscrever-se online até ao dia 18 de abril.

A EDP e seis outras empresas globais do setor energético estão à procura de startups que possam contribuir para um planeta mais sustentável e inovador. As candidaturas para a 6ª edição do FreeElectrons já arrancaram. As startups podem inscrever-se online até 18 de abril.

Podem inscrever-se startups com “soluções ou produtos que possam ter impacto na transição energética, em áreas como as energias renováveis, redes inteligentes, gestão de energia, mobilidade sustentável, armazenamento de energia, flexibilidade, hidrogénio verde ou descarbonização”, informa a EDP.

As prioridades tecnológicas envolvem inteligência artificial, software avançado, internet das coisas, blockchain, robótica de automação, cibersegurança, AR/VR e impressão 3D/4D, refere ainda a elétrica.

Com a EDP, fazem parte do consórcio global a American Electric Power (EUA), CLP (Hong Kong, China), E. ON (Alemanha), ESB – Electricity Supply Board (Irlanda) e Origin Energy (Austrália). O apoio à gestão é da consultora de inovação Beta-i.

Nesta edição, os módulos de trabalho entre as startups escolhidas e as utilities voltam ao formato presencial, já a partir de junho.

Depois de três fases de aceleração de ideias, a final desta edição será organizada pela EDP em outubro em São Paulo, um dos locais onde a empresa mais tem desenvolvido a sua estratégia de inovação aberta. É a primeira vez que um módulo do Free Electrons se realiza no Brasil.

Os candidatos escolhidos para a edição deste ano terão acesso às várias unidades de negócio do grupo EDP, que está presente em 28 mercados, e a equipas especializadas com que poderão testar as suas soluções.

No ano passado, a vencedora foi a irlandesa KelTechIoT, que venceu o prémio de 200 mil euros do FreeElectrons, com uma solução para edifícios inteligentes. Em 2020 tinha sido a inglesa Vyntelligence, com uma solução de smartvideo e inteligência artificial, a ganhar o programa de inovação.

Em cinco anos, a EDP já investiu mais de 37 milhões de euros em projetos-piloto, investimentos e negócios.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP abre portas aos Free Electrons. Procura startups focadas na transição energética

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião