Swiss Re e Munich Re deverão suportar 1.000 milhões pelos danos da guerra na Ucrânia

  • ECO Seguros
  • 17 Abril 2022

Duas maiores no setor global de resseguro suportarão fatura individual a rondar 500 milhões de dólares em consequência da destruição causada pela guerra na Ucrânia, prevê o banco Jefferies.

Será 1 000 000 000 de dólares o custo aproximado a suportar pelas duas maiores companhias de resseguro por conta da guerra, segundo estima o banco de investimento Jefferies, com base na previsão de que a indústria de resseguro registará 5 mil milhões de dólares de impacto negativo da destruição causada pelo ataque da Rússia à Ucrânia.

Pesando os 10% de quota que a Swiss Re tem do negócio global do setor, a companhia suíça suportará cerca de 500 milhões da fatura em resseguro, podendo dispersar este montante pelas contas dos dois primeiros trimestres do ano, consideram os analistas do grupo financeiro nova-iorquino notando ainda que, aos custos da guerra, a resseguradora vai somar ainda contabilização de perdas pelos riscos das catástrofes naturais.

A estimativa para a companhia suíça difere pouco dos cálculos realizados pela mesma casa de investimento relativamente à fatura da concorrente Munich Re. De acordo com o site Insurance Day (Informa UK Ltd), que cita o exercício dos analistas da Jefferies, a guerra na Ucrânia, considerando as perdas incorridas (mas ainda não reportadas), custará aproximadamente 544 milhões de dólares à companhia alemã, um impacto provavelmente que será contabilizado nas contas deste 2º trimestre.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Swiss Re e Munich Re deverão suportar 1.000 milhões pelos danos da guerra na Ucrânia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião