Bolsa de Angola acolhe primeira empresa em junho

Ações do Banco BAI começam a negociar na bolsa angolana em 9 de junho. IPO avalia a empresa em mais de 900 milhões de euros.

A Bolsa de Divida e Valores de Angola prepara-se para acolher a primeira cotada, com um atraso de quase oito anos face ao inicialmente previsto. Em causa está a Oferta Pública Inicial (IPO) do Banco BAI, que tem a petrolífera Sonangol e a empresa de diamantes Endiama entre os principais acionistas.

As ações do Banco BAI vão entrar na bolsa angolana com um preço indicativo entre 17.200 e 20.640 kwanzas (o equivalente a 37,77 e 45,32 euros aos preços atuais), o que avalia a empresa em quase 901 milhões de euros. Segundo a Bloomberg, as ações começam a negociar a 9 de junho.

Este é um passo importante na estratégia de atração de investimento estrangeiro do governo angolano, depois de, no ano passado, o país ter ultrapassado a recessão em que viveu durante os últimos cinco anos.

Em setembro, a Moody’s subiu a notação atribuída à dívida angolana de Caa1 para B3, com perspetiva estável (para comparação, a agência atribui o rating de Baa2 a Portugal, seis níveis acima) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê um crescimento económico de 3% este ano.

O Presidente angolano, João Lourenço, tem também levado a cabo um plano de privatizações envolvendo 195 ativos. Segundo o último balanço, feito esta semana, o programa já rendeu quase 870 mil milhões de kwanzas, o equivalente a quase dois mil milhões de euros provenientes da venda de 84 ativos e empresas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Angola acolhe primeira empresa em junho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião