BRANDS' ADVOCATUS PRA Raposo, Sá Miranda & Associados–20 anos de pura aventura

  • BRANDS' ADVOCATUS
  • 27 Abril 2022

Miguel Miranda, Managing Partner da PRA, partilha a experiência do projeto PRA, da sua histórica vocação nacional e do espírito Descobridor, no momento em que a firma celebra o seu 20.º aniversário.

A PRA celebra 20 anos de existência. São 20 anos e não 50 ou 70 ou mais, como outras Sociedades congéneres. Temos, por isso, uma pequena história para contar. O que posso dizer com segurança é que foram 20 anos muito intensos, de pura aventura e de muita criatividade. Foram 20 anos de crescimento, de criação da marca PRA e de preparação do futuro. Com sinceridade, estamos muito mais apostados em perspetivar os desafios que o futuro nos traz do que fazer balanço da história até aqui. De qualquer modo, em face do repto da ASAP, e porque não se diz não a uma amiga de infância, aqui vai a nossa tentativa.

O projeto PRA iniciou-se em 2001, num momento em que o movimento de agregação de advogados em estruturas societárias começava a ganhar expressão em Portugal. É um projeto de advocacia independente, que nasceu em Lisboa, onde ainda hoje tem a sua sede.

O Pedro Raposo, atual Presidente do Conselho de Administração, e o Carlos Duque, atual Presidente da Mesa da Assembleia Geral, foram os precursores do projeto que, desde o seu início, sob a firma Pedro Raposo & Associados, se diferenciou pela sua assumida vocação nacional.

Miguel Miranda, Managing Partner da PRA

As primeiras experiências de expansão nacional aconteceram em 2007, com a inauguração de um escritório nos Açores, em Ponta Delgada, e em 2010 com a abertura de um escritório no Algarve, hoje localizado em Faro.

Já em 2014, fruto de uma relação de proximidade e de amizade de longa data, o Almeida Correia patrocinou uma reunião no seu escritório, onde estiveram presentes sócios fundadores de três sociedades de advogados: a “Almeida Correia e Ney da Costa”, a “Sá Miranda & Associados”, de que eu fazia parte, ambas com sede no Porto, e a “Pedro Raposo & Associados”.

Aquela reunião marcou o início dos trabalhos e reflexões orientados para explorar a possibilidade de unirmos os nossos escritórios, o que levou a que, em 2015, tenha ocorrido uma fusão entre as três sociedades, dando origem à PRA | Raposo, Sá Miranda & Associados.

Foi um momento extraordinário, marcado pela reunião de vontades de 12 sócios, que se aventuraram num projeto comum, marcado por um rigoroso alinhamento valorativo, por uma vontade de contribuir para o desenvolvimento da advocacia nacional, assente numa sólida identidade de princípios éticos e de responsabilidade e atentos às exigências do futuro que se adivinhava digital, tecnológico e exigente. Em consequência dessa fusão, a PRA passou a contar com um escritório, no Porto.

Em 2017, a PRA inaugurou mais um escritório de Leiria e, já neste ano de 2022, abriu um novo escritório em Évora, a sexta cidade portuguesa a ter a marca PRA.

Até hoje, o projeto PRA continuou a crescer e a agregar clientes e talento.

A capacidade de atração do projeto PRA levou a que outras e outros Colegas se tenham identificado e juntado a nós. Atualmente, temos uma equipa de mais de 180 pessoas, entre advogados e equipas de gestão, que são o nosso principal orgulho, a nossa principal mais valia e o que nos permite ter o reconhecimento dos nossos clientes. Todos são peças fundamentais do puzzle PRA e cada um deixa a sua marca à medida que o projeto avança.

Atualmente, a PRA tem 21 sócios, sendo que, pelo menos, três desses sócios fizeram a sua carreira profissional dentro da Sociedade desde a fase de estágio, o que é revelador do estádio de desenvolvimento em que nos encontramos. Mas como é que foi possível chegar até aqui?

Qualidade. Escolhemos como trave fundamental do projeto PRA a qualidade. Só pela qualidade se consegue o reconhecimento dos clientes. E à qualidade do serviço jurídico está necessariamente associada a qualidade da organização interna. Foi vital para a nossa estrutura a implementação de um Sistema de Gestão de Qualidade, orientado pelas melhores práticas europeias em matéria de desenvolvimento da atividade da advocacia.

Pessoas. Ter pessoas felizes, saudáveis e assegurar o seu bem estar foi, desde o início, um dos objetivos principais do projeto PRA. Não temos receio de o dizer: a PRA é um projeto de pessoas e para pessoas. Desenvolvemos, por isso, um plano de desenvolvimento profissional, assente em critérios objetivos de mérito e performance, destinado a construir, numa lógica institucional e de médio/longo prazo, as carreiras profissionais das nossas pessoas, a espinha dorsal da sociedade. A orientação para o serviço de excelência ao cliente harmonizada com o bem-estar, a saúde e a alegria de quem, no dia a dia, participa na vida da PRA foi, desde a sua fundação e é, ainda aos dias de hoje, a nossa pedra de toque.

Envolvimento. Na PRA, nunca quisemos ser apenas prestadores de serviços jurídicos. Fazemos parte da Comunidade e fazemos por estar envolvidos. Levamos a sério a responsabilidade social, tendo protocolos com entidades do setor social, com quem estabelecemos programas de apoio e disponibilizamos os nossos serviços pro bono. Somos pioneiros da Diversidade. Estamos comprometidos com a Sustentabilidade e o ESG.

Observação. Enquanto o projeto PRA crescia, tivemos a sorte de poder olhar para o lado e aprender com amigos mais experientes que partilhavam conhecimento em fóruns nacionais, como o da ASAP, e internacionais. A este propósito, merece registo o espírito de salutar abertura e diálogo que se vive no seio da ASAP e que nos permitiu observar, aprender e inovar.

Por fim, com apenas 20 anos de existência, sinto que continuamos ainda a dar os primeiros passos para a consolidação da PRA, que estamos ainda no início e que, quando olhamos em frente, há muito ainda por descobrir. Adoramos desafios, adoramos inovar, gostamos de surfar a mudança e a volatilidade. Esta é a atitude que identificamos como o nosso ADN.

E porque somos transparentes quanto ao que pensamos e ao que diferencia o nosso projeto de advocacia, termino deixando aqui o nosso Manifesto, o qual revela, num criativo e poético esforço de concisão, o que é a PRA:

Fala-me agora dos homens, das suas vidas e das suas leis.

Das suas certezas e incertezas, da verdade e da razão.

Fala-me do querer chegar primeiro e da arte de ser hoje, melhor que ontem.

Fala-me da excelência e da bravura das conquistas, da ciência e planetas distantes.

Fala-me de montanhas e mares nunca antes navegados.

Fala-me de ideias novas e sonhos por realizar.

Fala-me de celebrações e dias felizes.

Fala-me deste mundo de pessoas, que acreditam que é sempre possível fazer mais e melhor.

Fala-me de saber ouvir e aprender. De estudar, de inovar a cada passo.

Fala-me desta gente que nunca se cansa, de querer um mundo melhor, mais justo, mais humano.

Fala-me da solução em que ninguém acredita, da resposta certeira, da vitória no último minuto.

Fala-me do fazer da diferença, uma forma de estar.

Fala-me de compromissos e alianças.

Fala-me da vontade em fazer deste Presente o nosso melhor Futuro.

Esta é a PRA.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PRA Raposo, Sá Miranda & Associados–20 anos de pura aventura

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião