Multicare e grupos de Saúde apoiam soluções digitais para a demência

  • ECO Seguros
  • 2 Maio 2022

Multicare, Luz Saúde e Lusíadas são parceiras de uma iniciativa que apoia projetos piloto de 4 startups com soluções digitais na área da demência.

Quatro start-ups vão avançar para seis projetos-piloto em hospitais e unidades de saúde portuguesas, visando a aplicação de soluções digitais que melhorem a vida das pessoas com demência. Os vários projetos beneficiam conjuntamente de 100 mil euros no âmbito do programa “Building Tomorrow Together”, um projeto da Roche em colaboração com várias instituições de saúde, nomeadamente Centro Hospitalar de São João, Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga, Luz Saúde, Lusíadas, CUF e Campus Neurológico.

Start-ups e projetos anunciados são os seguintes:

  • iLoF – intelligent Lab on Fiber: a implementar no Centro Hospitalar Universitário de São João e na Luz Saúde. Através de uma base de perfis biológicos e de biomarcadores, fornece ferramentas para uma triagem mais rápida e portátil de risco de Demência, usando nomeadamente Inteligência Artificial. Com uma análise de sangue, através de biomarcadores, poderão ser detetados precocemente sinais de demência. O objetivo será o de permitir antecipar o diagnóstico antes de a doença estar estabelecida.
  • Somatix: a implementar no CNS – Campus Neurológico e CUF. Solução de monitorização remota de doentes através de dispositivos “wearables” para detetar movimentos de forma passiva. Trata-se de uma bracelete que permite detetar gestos e movimentos para monitorizar ritmos de sono, risco de queda ou níveis de hidratação, por exemplo. Este dispositivo comunica com uma aplicação e com um software que monitoriza o que acontece às pessoas com demência, podendo reduzir hospitalizações e idas desnecessárias ao hospital.
  • Virtuleap: a implementar em Lusíadas. Através de óculos de realidade virtual e de uma aplicação, são executados exercícios para analisar a capacidade cognitiva e prever sintomas de demência. No fundo, através de um conjunto de jogos e movimentos que monitorizam a função cognitiva, o hospital e os profissionais de saúde podem acompanhar cada doente.
  • NeoNeuro: a implementar no Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga. A solução vai permitir um diagnóstico precoce, através de uma análise ao sangue com um protocolo e um equipamento próprio. Trata-se de uma forma não invasiva e mais simples de prognosticar a possibilidade de um doente poder vir a ter uma demência.

O “Building Tomorrow Together – Innovation in Dementia” é uma iniciativa da farmacêutica Roche, operacionalizada pela Beta-i, e que junta várias entidades do setor em Portugal para dar resposta a necessidades concretas de pessoas que vivem com demência, e respetivos cuidadores. Além dos estabelecimentos hospitalares e entidades acima indicadas, a Multicare, a EIT Health, a Bial, a Fundação Calouste Gulbenkian, a Fundação Champalimaud e a Alzheimer Portugal também integram a lista de parceiros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Multicare e grupos de Saúde apoiam soluções digitais para a demência

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião