Pandemia mostrou “limites dos recursos humanos” em Portugal, diz diretora da OMS

A Organização Mundial da Saúde elogiou a gestão da pandemia em Portugal, mas alertou que a Covid "mostrou verdadeiramente os limites dos recursos humanos" do país. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que Portugal deu “lições muito positivas” sobre a forma como geriu a pandemia de Covid-19, nomeadamente no que toca à vacinação, contudo, avisa que “a pandemia mostrou verdadeiramente os limites dos recursos humanos” do país.

“Estamos muito satisfeitos com aquilo que vimos. Portugal pode dar lições muito positivas”, afirmou Stella Chungong, diretora para a Segurança em Saúde da OMS, à margem da apresentação das conclusões do projeto-piloto intitulado “Universal Health and Preparedness Review” (UHPR), que pretende avaliar e reforçar a resposta a emergências de saúde pública dos diferentes países, em declarações transmitidas pela RTP3.

Para destacar estas “lições muito positivas”, a responsável da OMS deu como exemplo o facto de em Portugal a vacinação contra a Covid-19 ter abrangido todos os setores da sociedades, quer sejam ” imigrantes, pessoas que vivam em condições muito desfavorecidas ou refugiados”. “Todos tiveram cobertura vacinal”, elogiou.

Além disso, Stella Chungong destacou ainda o esforço por parte do Governo português para permitir que “as pessoas não tivessem de pagar do seu bolso” os tratamentos associados à Covid, sinalizando “isso não acontece em muitos países”. “Há cerca de 1,3 mil milhões de pessoas que não têm médico de família”, disse.

Contudo, a OMS considera que “um dos grandes desafios” que Portugal enfrenta diz respeito aos recursos humanos. “A pandemia mostrou verdadeiramente os limites dos recursos humanos. Até que ponto os recursos humanos foram utilizados ao seu limite a todos os níveis do sistema”, sinalizou a responsável, acrescentando, no entanto, que este défice “acontece em todos os setores, não só simplesmente no setor da Saúde”.

Nesse contexto, a equipa da OMS que se deslocou a Portugal diz que apelou “a um diálogo interministerial entre Saúde e a Educação”, bem como “entre os principais setores interessados”, por forma a “melhorar os recursos humanos na Saúde” e a permitir reter os profissionais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pandemia mostrou “limites dos recursos humanos” em Portugal, diz diretora da OMS

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião