TAP reforça tripulantes, mas paga indemnizações e integra-os nos quadros

  • ECO
  • 9 Maio 2022

Os 254 tripulantes de cabine que a TAP está a contratar são ex-trabalhadores a prazo que entram agora diretamente nos quadros da empresa e muitos com direito a indemnização, noticia o Público.

A TAP está a contratar 254 tripulantes de cabina que eram ex-trabalhadores a prazo, tendo este processo começado em fevereiro, escreve o Público esta segunda-feira. Estas pessoas estão a ser reintegradas nos quadros da empresa e várias têm direito a indemnização pela não renovação dos contratos e à respetiva antiguidade, na sequência de decisões judiciais.

A revelação é feita pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC). “Essas reintegrações estão a colmatar um défice efetivo de tripulantes“, explica Ricardo Penarroias, presidente, assinalando que o setor do transporte aéreo está em retoma. Para o sindicato “é sobretudo uma forma de repor a legalidade e a justiça da situação, dado que muitos desses tripulantes, sustentados pelas decisões em tribunal, já deveriam ser sido integrados nos quadros da empresa desde o seu primeiro dia de trabalho com o respetivo acerto salarial”.

Fonte oficial da TAP, que terá mais custos operacionais com esta decisão, diz que “até à data, não foram contratados tripulantes a termo fixo” e rejeita comentar os casos judiciais: “Não comenta os processos e acordos feitos.” Comparando o final de 2019, antes da pandemia, com o final de 2021, a TAP tinha menos 1.847 trabalhadores, cerca de 21% do total. A maior parte da redução centrou-se nos tripulantes.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

TAP reforça tripulantes, mas paga indemnizações e integra-os nos quadros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião