Elon Musk diz que retirava proibição de Donald Trump no Twitter

  • Joana Abrantes Gomes
  • 10 Maio 2022

O empresário disse que reverteria a proibição permanente no Twitter do antigo Presidente Donald Trump, se concretizar a compra da rede social.

Desde que foi conhecido o acordo para Elon Musk comprar o Twitter, questionou-se se isso incluiria o regresso de Donald Trump à rede social. Esta terça-feira, as dúvidas dissiparam-se, com o CEO da Tesla a admitir reverter a decisão de expulsão do ex-presidente norte-americano, que considera um “erro”.

“Acho que não foi correto banir Donald Trump. Penso que foi um erro, porque alienou uma grande parte do país. No final, acabou por não resultar em Donald Trump não ter voz“, disse Elon Musk, num evento organizado pelo Financial Times (acesso condicionado/conteúdo em inglês).

No entender do também CEO da SpaceX, a expulsão do antigo presidente dos EUA foi uma “má decisão moral” e trata-se de uma atitude que mina a confiança no Twitter. “Se há tweets que são errados e com más intenções, esses devem ser apagados”, considerou ainda Elon Musk, acrescentando que uma “suspensão temporária” é “apropriada”, mas não “uma expulsão”.

Elon Musk prepara-se para adquirir o Twitter, após o conselho de administração da rede social ter aceitado uma oferta do multimilionário para comprar a empresa e torná-la privada, encerrando assim uma negociação que chegou a englobar ameaças hostis de aquisição.

Uma expulsão permanente deve ser extremamente rara e reservada para contas que são falsas ou são spam“, sublinhou Musk. Além disso, considera que a expulsão de Donald Trump apenas amplificou a sua voz no Partido Republicano dos EUA.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Elon Musk diz que retirava proibição de Donald Trump no Twitter

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião