Comboio põe Porto a 2h30 de Santiago de Compostela a partir de 2030

Nova linha Porto-Vigo será construída em duas fases e contempla novas estações em Braga e Valença. Na nova linha Porto-Lisboa, a obra será dividida em três fases.

Porto vai ficar a duas horas e 30 minutos de Santiago de Compostela de comboio a partir de 2030. Este é um dos principais destaques do projeto para a nova linha entre Porto e Vigo. A obra será executada em duas fases, explicou nesta segunda-feira o vice-presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), Carlos Fernandes.

A primeira fase consiste na construção, entre 2026 e 2030, do novo troço entre Braga e Valença e da construção da ligação em ferrovia pesada entre Porto-Campanhã e o aeroporto de Francisco Sá Carneiro. Aeroporto, Braga e Valença terão novas estações para receber os comboios de alta velocidade, segundo a apresentação feita na cimeira da ferrovia, em Leixões.

Concluída a primeira fase da nova linha Porto-Vigo, a viagem de comboio entre Porto e Vigo será uma hora mais rápida, de duas horas e 25 minutos para uma hora e 25 minutos. A redução de tempo de deslocação será mais expressiva entre Porto e Santiago de Compostela: baixará de cinco horas e 50 minutos para duas horas e 30 minutos. Entre Porto e Corunha, o tempo de viagem passará para três horas e 30 minutos.

A segunda fase implicará a construção de um novo troço ferroviário entre Porto e Braga, para lá de 2030. Nesse caso, a deslocação entre Porto e Vigo passará a durar 48 minutos; para a Corunha, serão necessárias duas horas e 23 minutos, estimou o responsável da IP.

Porto-Lisboa em três fases

A IP diz mesmo que será dada prioridade à construção do troço entre o centro do Porto e o aeroporto Sá Carneiro em vez da aposta num novo traçado de alta velocidade entre Carregado e Lisboa, que custaria “entre 800 e 900 milhões de euros”, estimou Carlos Fernandes.

No caso da nova linha Porto-Lisboa, a empreitada será dividida em três fases:

  1. Porto-Soure – o primeiro trecho estará pronto em 2028 e permitirá uma viagem de comboio entre Porto e Lisboa de uma hora e 57 minutos (sem paragens);
  2. Soure-Carregado – o segundo trecho estará concluído em 2030, permitindo uma viagem de comboio entre Porto e Lisboa de uma hora e 17 minutos (sem paragens);
  3. Carregado-Lisboa – o terceiro trecho apenas estará concluído para lá de 2030, permitindo uma viagem de comboio entre Porto e Lisboa em uma hora e 15 minutos (sem paragens)

No caso do novo traçado entre Carregado e Lisboa, este apenas será necessário “para aumentar a capacidade de transporte” entre as duas cidades. Até lá, o eixo Carregado-Lisboa, na atual linha do Norte, será duplicado, de duas para quatro vias, no percurso entre Castanheira do Ribatejo e Alverca, ao abrigo do Programa Nacional de Investimentos 2030.

Na nova linha Porto-Lisboa estão previstas estações em Porto-Campanhã, Vila Nova de Gaia (nova estação), Aveiro, Coimbra-B (reforma da atual estação), Leiria e Lisboa-Oriente, num investimento de 4,5 mil milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Comboio põe Porto a 2h30 de Santiago de Compostela a partir de 2030

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião