Petróleo recupera ligeiramente com China a reabrir

Na sessão anterior, a cotação do barril caiu cerca de 2% pelo que esta é uma sessão de recuperação.

O “ouro negro” está a valorizar ligeiramente no arranque da sessão desta quarta-feira. Os investidores têm esperança na recuperação da procura com origem na China numa altura em que o país alivia gradualmente as fortes restrições relacionadas com a Covid-19.

O Brent do Mar do Norte, que serve de referência para as importações portuguesas, sobe 0,8% para os 112,82 dólares.

Já o WTI (West Texas Intermediate) cotado em Nova Iorque valoriza 1,25% para os 113,8 dólares.

Na sessão anterior, a cotação do barril caiu cerca de 2% pelo que esta é uma sessão de recuperação.

Esta terça-feira a maior cidade da China, Xangai, atingiu três dias consecutivos sem casos de Covid-19 fora das zonas de quarentena pelo que as autoridades chinesas definiram planos para acabar com o confinamento que durou mais de seis semanas.

Além disso, a American Petroleum Institute deverá revelar esta quarta-feira que as reservas do crude norte-americano e de gasolina baixaram na semana passada, de acordo com as indicações dadas por fontes do mercado à Reuters.

Por outro lado, há pressão nos preços na sequência das notícias de que os Estados Unidos vão permitir à Chevron Corp que negoceie licenças de exploração de petróleo com a produtora nacional da Venezuela, levantando assim temporariamente a proibição que existia até então. A concretizar-se, esta notícia poderá levar a mais petróleo no mercado e, por isso, à queda da cotação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo recupera ligeiramente com China a reabrir

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião