British School of Lisbon investe 30 milhões para abrir campus nos terrenos do Estádio do Restelo

O projeto surge na sequência de um acordo com o clube de futebol "Os Belenenses", num terreno localizado acima do estádio principal.

A British School of Lisbon (BSL) planeia abrir o seu segundo campus em Lisboa, na sequência de um acordo com o clube de futebol “Os Belenenses”, num terreno localizado acima do estádio principal. O projeto tem um investimento avaliado em 30 milhões.

“A ambição da BSL é criar uma escola internacional de referência a nível europeu, com os alunos a ingressarem nas universidades mais prestigiadas. O acordo com o Belenenses permite que a nossa escola cresça e tenha acesso a amplas instalações desportivas”, afirma Zoe Hubbard, diretora da British School of Lisbon, citada em comunicado.

A escola está a ser projetada pelo arquiteto português Nuno Mateus e terá instalações de última geração, com laboratórios de ciências, estúdios de arte, design e tecnologia, instalações de música e de teatro, uma piscina semiolímpica interior e acesso às instalações desportivas do Belenenses. De acordo com a informação veiculada pela instituição de ensino, o “campus de última geração” tem um investimento avaliado em 30 milhões de euros.

Desde a sua abertura, em 2019, a British School of Lisbon recebeu mais de 2.700 candidaturas, estando atualmente a manter listas de espera para a maioria das suas turmas. Com o novo campus, o objetivo é ter uma oferta educativa integral para até 700 alunos, dos três aos 18 anos.

“A edificação da British School of Lisbon nos terrenos do complexo do Estádio do Restelo representa para o clube uma oportunidade de cumprir os seus desígnios, nomeadamente o serviço à população, o envolvimento da juventude e sua captação para a prática desportiva, bem como a internacionalização da marca Belenenses. É com alegria que teremos os alunos da BSL a colorir o Restelo, junto dos milhares de jovens que diariamente ali praticam desporto. É também um passo importante na reconversão e modernização do estádio, nomeadamente com a construção de um novo complexo de piscinas e, subsequentemente, de um novo pavilhão gimnodesportivo. São todos muito bem-vindos à família Belenense”, diz Patrick Morais de Carvalho, presidente do Belenenses.

“Com um grupo de alunos de mais de 30 nacionalidades, a BSL é uma escola verdadeiramente internacional. Estamos muito entusiasmados por termos encontrado o terreno perfeito para desenvolver o nosso segundo campus. A localização, as vistas e a relação especial com o Belenenses vão permitir-nos crescer com uma oferta internacional de ensino de excelência no centro de Lisboa”, salienta Jessica Ordovas, administradora do The Schools Trust, grupo que fundou a BSL e mais de 20 campus nas principais cidades do mundo, incluindo Ásia, Europa e América do Sul.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

British School of Lisbon investe 30 milhões para abrir campus nos terrenos do Estádio do Restelo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião