Fidelidade reforça parceria com IST para I&D, vai dar bolsas e caçar talento

  • ECO Seguros
  • 1 Junho 2022

Seguradora vai atribuir bolsas de mestrado, um total de 8, e de doutoramento, 2 de quatro anos. Além de formação avançada e prémios de mérito aos melhores alunos, haverá search e JobShop para talentos

Pressa de investigar: Rogério Colaço, presidente do Instituto Superior Técnico, e Rogério Campos Henriques, CEO da Fidelidade, querem estimular estudos superiores.

Apostada no aprofundamento da cooperação e interligação com o Instituto Superior Técnico (IST), a Fidelidade acaba de assinar um protocolo com o estabelecimento de ensino para pesquisa e desenvolvimento (I&D) em seguros. O caminho vai fazer-se através do Técnico+, escola de formação avançada pós-graduada e profissional do IST, apostando em “iniciativas de formação avançada nas áreas de engenharia, arquitetura e tecnologia, para serem aplicadas na área dos seguros“.

Promovendo transferência de tecnologia entre as duas instituições e contribuindo para uma “maior geração de conhecimento e riqueza, a Fidelidade vai atribuir duas bolsas de estudo anuais para estudantes de mestrado, durante quatro anos, totalizado oito bolsas, e duas bolsas de estudo de quatro anos para doutoramento; bem como dois prémios de mérito anuais, um para distinguir o melhor estudante do curso de Engenharia Informática e de Computadores e o outro para o melhor de Unidade curricular – Aprendizagem Profunda (DEI).

Para concretizar maior proximidade institucional, a Fidelidade “vai também participar na condução e concertação estratégica com o Presidente do Instituto Superior Técnico, envolvendo-se ainda nas principais atividades de search, JobShop, na procura de talentos no instituto, no desenvolvimento de um projeto integrador de 2º ciclo (Capstone), na formação avançada, através do Técnico+ e na aceleração de inovação com a organização de um workshop Investigação-Indústria anual”.

Reafirmando ideia realçada por ocasião do lançamento do Centro de Inovação do Técnico powered by Fidelidade, Rogério Campos Henriques, CEO da Fidelidade, sublinha que a seguradora “não pretende ser apenas mais um Mecenas, mas antes continuar a procurar nos seus alunos, futuros colaboradores da Seguradora; promovendo o aprofundamento da interligação entre a vertente académica e empresarial; e fomentando a aceleração da Inovação, desenvolvendo projetos conjuntos de I&D, de interesse mútuo que cruzem os projetos que interessam à Fidelidade com a capacidade de investigação e desenvolvimento do IST”.

O centro de inovação Técnico powered by Fidelidade, que vai nascer no antigo terminal do Arco Cego, é projeto de reconversão urbanística com investimento estimado de 12 milhões de euros, para estar pronto em 2023 e ser nova centralidade da inovação e tecnologia em Lisboa, recorda um comunicado da companhia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fidelidade reforça parceria com IST para I&D, vai dar bolsas e caçar talento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião