Combustíveis batem recorde. Gasolina “premium” chega a custar 2,479 euros por litro

  • Joana Abrantes Gomes
  • 6 Junho 2022

A gasolina 98+ está em 2,479 euros por litro, ultrapassando o máximo registado na semana passada, de 2,298 euros por litro. BP está a praticar os preços mais altos.

Os preços dos combustíveis estão novamente a bater recordes esta segunda-feira. Apesar da redução da carga fiscal, o preço médio da gasolina simples está em 2,211 euros e o do gasóleo simples em 1,959 euros, acima dos valores previstos pelo Governo. Mas há postos de combustíveis onde os custos são ainda maiores: na BP da Costa da Caparica e do Feijó, por exemplo, a gasolina simples atinge os 2,319 euros e o gasóleo simples sobe aos 2,064 euros, enquanto as versões premium de ambos chegam aos 2,479 euros e 2,189 euros, respetivamente.

Estes valores, avançados pelo portal Mais Gasolina, mostram assim que o desconto do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP) em 0,5 cêntimos para a gasolina e em 0,3 cêntimos para o gasóleo, que entrou em vigor esta segunda-feira e se manterá ao longo de junho, não impediu os preços dos combustíveis em Portugal de atingirem um novo máximo. Além disso, as previsões do Ministério das Finanças apontavam para um custo de 1,8 euros por litro de gasóleo simples e de 2,066 euros por litro de gasolina simples 95.

Os anteriores máximos históricos, atingidos no passado dia 3 de junho, estavam fixados em 2,109 euros por litro para a gasolina 95 simples, 2,154 euros por litro para a gasolina 95+, 2,191 euros por litro para a gasolina 98 simples e 2,298 euros por litro para a gasolina 98+, sendo assim batidos pelos preços registados esta segunda-feira. O mesmo aconteceu com o gasóleo premium, cujo recorde era de 2,144 euros no dia 1 de abril deste ano.

De acordo com o Mais Gasolina, os preços mais altos em Portugal neste momento estão a ser praticados em postos da BP, como na Costa da Caparica, no Feijó, no Aeroporto de Lisboa ou na Venda do Pinheiro. Ao abastecer num destes postos esta segunda-feira, vai pagar 2,319 euros por cada litro de gasolina 95 simples, 2,479 euros por cada litro de gasolina 98+, 2,064 euros por cada litro de gasóleo simples e 2,189 euros por cada litro de gasóleo premium.

Ainda assim, a BP não está a praticar esses preços em todo o país. No posto da BP em Mafra, por exemplo, os preços dos combustíveis premium são os mesmos, mas a gasolina simples custa menos 3 cêntimos (2,289 euros por litro), tal como o gasóleo simples (2,034 euros por litro). No posto da BP na Ericeira, estes dois combustíveis custam ainda menos: 2,269 euros por litro de gasolina 95 simples e 2,014 euros por litro de gasóleo simples.

Entre as três principais petrolíferas a operar em Portugal, é a Galp que apresenta os preços mais baixos nesta segunda-feira, mas mesmo assim acima da média nacional. Se abastecer no posto, por exemplo, junto ao Aeroporto de Lisboa, vai pagar 2,279 euros por litro de gasolina 95 simples (menos 4 cêntimos por litro comparando com a BP), 2,444 euros por litro de gasolina 98+ (menos 3,5 cêntimos por litro comparando com a BP), 2,026 euros por litro de gasóleo simples (menos 3,8 cêntimos por litro comparando com a BP) e 2,076 euros por litro de gasóleo premium (menos 11,3 cêntimos por litro comparando com a BP).

Porém, no caso do posto da Galp na Venda do Pinheiro, todos os combustíveis – com exceção da gasolina 98+, que não está disponível neste caso – custam menos um cêntimo do que no posto da Galp no Aeroporto de Lisboa. No posto da Galp em Loures, o gasóleo simples custa menos meio cêntimo.

Já os preços no posto de abastecimento da Repsol no Parque das Nações, por exemplo, estão fixados em 2,289 euros por litro de gasolina 95 simples (menos 3 cêntimos por litro comparando com a BP, mas mais 1 cêntimo que a Galp), 2,449 euros por litro de gasolina 98+ (menos 3 cêntimos por litro comparando com a BP, mas mais meio cêntimo que a Galp), 2,039 euros por litro de gasóleo simples (menos 2,5 cêntimos por litro comparando com a BP, mas mais 1,3 cêntimos que a Galp) e 2,109 euros por litro de gasóleo premium (menos 8 cêntimos por litro comparando com a BP, mas mais 3,3 cêntimos que a Galp).

No entanto, tal como acontece com as outras gasolineiras, é possível encontrar preços mais baratos noutros postos da Repsol. No seu posto no Freixial, a gasolina 95 simples custa 2,239 euros por litro, menos 5 cêntimos do que no posto da Repsol no Parque das Nações, a mesma redução que têm o gasóleo simples e a sua versão premium, que custam 1,989 euros e 2,059 euros, respetivamente. Na gasolina 98+, que no Freixial custa 2,389 euros por litro, o preço é menor em 6 cêntimos face ao posto da Repsol no Parque das Nações.

Ainda segundo o portal Mais Gasolina, os preços mais baratos, por sua vez, encontram-se fora do distrito de Lisboa. No Intermarché de Vilar Formoso, abastecer o veículo com gasolina 95 simples custa 1,949 euros por litro (menos 33 cêntimos por litro do que nos postos mais caros da Galp). Na Galp da Zona Industrial de Pombal, o preço sobe ligeiramente, para 1,954 euros por litro. Já para o gasóleo simples, um posto em Freitas, no distrito de Braga, apresenta o preço mais baixo: 1,729 euros por litro (menos 29,7 cêntimos do que nos postos mais caros da Galp).

No caso dos combustíveis premium, a gasolina 98 simples está mais barata nos postos dos supermercados Recheio em Vila Franca e Portimão e nos Intermarché de Silveira e em A-dos-Cunhados (2,029 euros por litro, menos 41,5 cêntimos do que nos postos mais caros da Galp) e o gasóleo+ tem o menor preço no Pingo Doce da Moita e da Trofa, nomeadamente de 1,748 euros por litro (menos 32,8 cêntimos em comparação com a Galp).

Este novo agravamento do preço dos combustíveis resulta, em parte, da subida da cotação do petróleo, com o Brent, referência do mercado europeu, a tocar quase nos 120 dólares esta segunda-feira. Contudo, também pesaram o sexto pacote de sanções de Bruxelas contra Moscovo, acordado na semana passada e que prevê um embargo de cerca de 90% das importações de petróleo russo; o levantamento das restrições impostas na China para travar a propagação da Covid-19; e a incerteza em torno da oferta.

Apesar de os países que compõem a OPEP+ (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) terem decidido aumentar a produção de petróleo no seu encontro na última semana, os investidores têm dúvidas que seja o suficiente para compensar a quebra na oferta devido às sanções impostas à Rússia devido à invasão da Ucrânia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Combustíveis batem recorde. Gasolina “premium” chega a custar 2,479 euros por litro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião