Fidelidade integra Aliança para a Cibersegurança

  • ECO Seguros
  • 14 Junho 2022

Grupo segurador é um dos membros da plataforma de colaboração e boas práticas lançada através de memorando assinado na conferência anual do Centro Nacional de Cibersegurança.

A Fidelidade integra a Aliança para a Cibersegurança, uma plataforma de cooperação lançada pelo Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) para fomentar a literacia digital, apostando na prevenção e sensibilização para os riscos digitais.

As atividades de cibercrime têm aumentado nos últimos três meses, com ciberataques endereçados a empresas nacionais, recorda a companhia. Dado impacto destas ameaças, a digitalização enfrenta novos desafios na proteção de dados. Perante o cenário, a iniciativa que integra mais empresas portuguesas pretende ser uma plataforma de cooperação, “agregadora de melhoras práticas, e que, proactivamente, acelere a sua adoção pelo mercado nacional.

Para o grupo segurador, “a Aliança materializa o nosso foco e prioridade na Cibersegurança, onde acreditamos que a união de esforços e conhecimentos, são a forma correta de abordar os desafios que são hoje colocados às organizações,” explica Teresa Rosas, Diretora de Informação e Tecnologia da Fidelidade.

Alinhada com os objetivos da Estratégia Nacional de Segurança do Ciberespaço, a nova aliança pretende promover entre os seus membros uma cultura nacional de cibersegurança e aumentar a resiliência do ciberespaço nacional. Através das entidades que a integram, a plataforma compromete-se a “identificar, agregar, definir e promover a partilha de informação e as melhores práticas no ecossistema e ameaças comuns, através de eventos, casos práticos, ferramentas, e outros mecanismos que permitam acelerar a difusão de base de conhecimento de referência,” desenvolve um comunicado do grupo segurador.

É uma iniciativa muito relevante, com características únicas, que enriquece o que a Fidelidade tem vindo a desenvolver internamente nesta matéria. Estamos comprometidos com a proteção das Pessoas, pelo que através da Aliança vamos conseguir reforçar a nossa missão,” disse ainda Teresa Rosas.

Além da Fidelidade, a companhia refere como subscritores a NOS, ANA, Ctt, edp, Grupo Nabeiro, Jerónimo Martins, José de Mello Saúde, SIBS e Sonae, todas decididos a partilhar boas práticas na área da cibersegurança. Para lançar a Aliança existe um Memorando de Entendimento entre organizações integrantes e o Centro Nacional, assinado no decorrer dos “C-DAYS” evento anual do CNCS em que foram divulgados dados oficiais relativos a 2021 sobre incidentes e riscos cibernéticos em Portugal.

Ainda, as entidades fundadoras da Aliança querem formar executivos e recursos técnicos na área da cibersegurança que tenham um impacto relevante no nível de maturidade dessas organizações e atuar na incubação de projetos colaborativos que beneficiem do envolvimento de todos os membros da Aliança.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fidelidade integra Aliança para a Cibersegurança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião