Aldeias de xisto da Lousã com investimento de 320 mil euros na rede de água

  • Lusa
  • 20 Junho 2022

Aldeias de xisto da Lousã captam investimento de 320 mil euros para construção de estações de tratamento de águas (ETA) e reabilitação de sistemas de captação e adução de água.

A Empresa Intermunicipal de Ambiente do Pinhal Interior (APIN) vai investir cerca de 320 mil euros no abastecimento de água de cinco aldeias de xisto do concelho da Lousã.

As quatro empreitadas, que englobam cinco aldeias serranas da Lousã, preveem, entre outras intervenções, a construção de estações de tratamento de águas (ETA) e a reabilitação de sistemas de captação e adução de água, anunciou a APIN, numa sessão realizada na Câmara da Lousã, distrito de Coimbra, em que foram assinados os autos de consignação das obras, a cargo da Luságua.

As intervenções serão feitas no Candal (77.800 euros), Talasnal (80.000), Cerdeira (72.400) e Casal Novo e Chiqueiro (85.500).

Segundo o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes, estas empreitadas preveem uma “otimização” do abastecimento de água naquelas cinco aldeias, estando previsto para o futuro empreitadas noutras localidades, que não são aldeias de xisto.

O autarca realçou ainda a importância deste investimento face à procura turística e unidades que operam naquelas cinco aldeias de xisto.

“A partir desta empresa intermunicipal, conseguimos aceder a fundos comunitários; o que permite um conjunto alargado de investimentos”, destacou Luís Antunes.

Também o presidente da APIN, João Miguel Henriques, considerou que as empreitadas “são muito importantes para a promoção turística não só da Lousã, mas de toda a região”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Aldeias de xisto da Lousã com investimento de 320 mil euros na rede de água

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião