Preço do petróleo cai 6% com pressão dos EUA para reduzir impostos sobre a gasolina

Presidente norte-americano quer reduzir os custos dos combustíveis e vai pedir às petrolíferas para descerem os preços.

Os preços do petróleo estão a cair mais de 6% esta quarta-feira, tanto na Europa como nos Estados Unidos. Este desempenho acontece numa altura em que o Presidente norte-americano está a pressionar para haver uma redução nos custos dos combustíveis, sobretudo junto das principais empresas de energia.

Às 7h20 de Lisboa, o barril de brent, cotado em Londres e que serve de referência às importações nacionais, está a desvalorizar 5,91% para 107,87 dólares, enquanto o WTI, negociado em Nova Iorque, recua 6,54% para 102,36 dólares.

Esta descida no preço da matéria-prima acontece depois de uma recuperação observada esta terça-feira, após uma semana de perdas. Para o WTI, a semana passada foi a primeira semana com perdas acumuladas em oito semanas, enquanto para o brent foi a primeira semana de perdas em cinco.

Numa altura em que os Estados Unidos lutam para combater a subida dos preços da gasolina e da inflação, Joe Biden deverá pedir esta quarta-feira a suspensão temporária do imposto sobre a gasolina, segundo uma fonte citada pela Reuters.

Joe Biden deverá reunir-se esta quinta-feira com sete petrolíferas, com o objetivo de pressionar as empresas a reduzir os preços dos combustíveis à medida que obtêm lucros recordes. Mas o setor acredita que esta não é a solução para o problema. “Essas ações não são benéficas para enfrentar os desafios atuais”, disse o CEO da Chevron, Michael Wirth, numa carta endereçada a Biden.

“As manchetes ininterruptas com Biden, com o Governo aparentemente em pânico devido à inflação, desempenharam um papel na mais recente liquidação, já que os investidores odeiam qualquer incerteza, mesmo que irracional, no contexto das conhecidas preocupações com a oferta” de petróleo, diz Stephen Innes, managing partner na SPI Asset Management.

(Notícia atualizada às 14h35 com novas cotações)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Preço do petróleo cai 6% com pressão dos EUA para reduzir impostos sobre a gasolina

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião