Subida dos preços obriga dois terços dos portugueses a poupar na comida

  • ECO
  • 24 Junho 2022

Sondagem mostra que a quase maioria dos portugueses considera que a resposta do Governo à crise está a ser "má".

A subida dos preços está a afetar a vida de muitos portugueses, que já se dizem obrigados a poupar na alimentação. Uma sondagem da Aximage para o Diário de Notícias, Jornal de Notícias e TSF mostra que dois terços dos portugueses já reduziram ou cortaram em certos alimentos. A quase maioria dos inquiridos considera que a resposta do Governo à crise não está a ser boa.

O aumento do custo de vida está a fazer-se sentir na vida de 97% dos quase mil inquiridos. Os impactos são sentidos, sobretudo, na ida ao supermercado (39%), com muitos portugueses a reduzirem ou a cortarem em certos alimentos na ida ao supermercado, e à bomba de gasolina (39%). O impacto nos preços do gás é apontado por 11% dos inquiridos.

A sondagem conclui, assim, que nove em cada dez portugueses (89%) pedem novas medidas que atenuem o efeito da crise. Isto porque 46% dos inquiridos consideram que a resposta do Executivo à crise é “má”, enquanto apenas 14% consideram que é “boa”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Subida dos preços obriga dois terços dos portugueses a poupar na comida

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião