PSI encerra semestre em queda, mas ganhou 8,5% desde janeiro

Bolsa de Lisboa caiu 1,42% e acompanha mercados europeus. Mas o principal índice português fechou o semestre a subir 8,5%, um desempenho que compara com as quedas de dois dígitos na Europa.

A bolsa de Lisboa encerrou a sessão desta quinta-feira a cair 1,42%, para 6.044,64 pontos, acompanhando as descidas verificadas nos principais mercados europeus.

O PSI fechou o semestre com um ganho de 8,53%, que compara positivamente com a queda de 16,52% do Stoxx 600 na primeira metade do ano.

A esmagadora maioria das cotadas do índice português registaram quedas, com exceção da REN e da Corticeira Amorim, que ficaram inalteradas.

A Galp liderou as quedas ao recuar 3,33%, para 11,185 euros por ação, seguida do BCP, com uma queda de 3%, para 16,5 cêntimos. Em terceiro lugar ficou a Semapa, ao tombar 2,33%, para 13,44 euros por ação.

Os setores energético e financeiro foram os que mais pressionaram Lisboa, mas no resto da Europa as quedas também foram acentuadas.

Enquanto o europeu Stoxx 600 caiu 1,58%, para 406,88 pontos, o britânico FTSE 100 cedeu 1,96%, para 7.169,28 pontos. Na mesma trajetória seguiu o alemão DAX, com uma queda de 1,69%, e o francês CAC-40 recuou 1,80%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PSI encerra semestre em queda, mas ganhou 8,5% desde janeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião