EY dá boost musical ao encontro de quadros. Este ano é no NOS Alive

Consultora, que vai levar os seus 1.400 colaboradores ao festival, vai ter um stand no recinto no Passeio Marítimo de Algés. É a primeira vez que uma das "Big 4" patrocina este tipo de evento.

Depois de uma pausa imposta pela pandemia, a EY retoma a reunião anual de quadros com um boost musical. Este ano o encontro tem como palco o NOS Alive. A consultora vai ainda marcar presença com um stand durante todo o festival de verão, de 6 a 9 de julho no Passeio Marítimo de Algés. É a primeira vez que uma das “Big 4” patrocina um festival de verão.

“Devido à situação pandémica que vivemos durante os últimos dois anos, não conseguimos reunir a totalidade das nossas pessoas presencialmente (a EY realiza tradicionalmente uma reunião bianual, onde reúne a totalidade dos seus colaboradores). Durante este período, realizámos vários eventos de forma virtual, e conforme algumas fases da pandemia permitiram, conseguimos ainda realizar algumas reuniões das nossas áreas de negócio presencialmente”, diz Teresa Freitas, talent director da EY Portugal, à Pessoas.

“Este ano, e após um longo período sem nos reunirmos presencialmente, quisemos apostar em algo que fosse completamente disruptivo e inovador, que marcasse pela diferença. Foi então que pensámos em associarmo-nos a um Festival de Música e, dentro deste contexto, ter um momento especial dedicado à EY e aos EYers”, reforça.

Teresa Freitas, talent director da EY Portugal

No dia 6 de julho, dia de arranque do festival, os 1.400 EYers que integram a EY Portugal reúnem no Palco Comédia do NOS Alive, para um Welcome EY, com “um momento de animação” e uma mensagem do country managing partner, João Alves, podendo mais tarde assistir às restantes atuações, usufruindo do festival. Strokes, War on Drugs, Cuca Roseta, Mallu Magalhães, Jungle ou Moulinnex são alguns dos artistas em cartaz.

“Com esta iniciativa, queremos proporcionar algo único às nossas pessoas, que lhes permita estreitar laços e estabelecer relações, de uma forma diferente, inesperada e inovadora”, reforça Teresa Freitas.

Este ano, e após um longo período sem nos reunirmos presencialmente, quisemos apostar em algo que fosse completamente disruptivo e inovador, que marcasse pela diferença. Foi então que pensámos em associarmo-nos a um festival de música e, dentro deste contexto, ter um momento especial dedicado à EY e aos EYers.

Teresa Freitas

Talent director da EY Portugal

Os colaboradores podem ainda aceder ao stand da EY, onde a consultora tem a decorrer “algumas ativações”, que se mantêm ao longo dos vários dias do evento. A talent director da EY destaca a presença da consultora no festival, que classifica como algo “audacioso”.

Nunca uma Big 4 foi sponsor oficial de um festival de música, pelo que queremos que este passo audacioso seja motivo de orgulho para os EYers. Queremos que o partilhem e seja tema de conversa com as suas famílias e círculo de amigos”, refere.

Trabalhar a marca EY junto de parceiros e clientes

“O festival traz-nos também uma dimensão muito interessante de posicionamento externo da marca. Permitindo-nos posicionar a EY de uma forma inovadora junto da maior parte dos nossos públicos”, como os clientes, universidades, parceiros ou media.

Queremos, cada vez mais, ser reconhecidos como uma empresa que promove a construção e o fortalecimento de relações interpessoais, num ambiente descontraído e ‘fora da caixa‘”, argumenta Teresa Freitas.

Para dinamizar a presença no NOS Alive, a consultora tem um “plano de comunicação intenso”, trabalhando não só o público interno — tem um “conjunto de iniciativas que desafia os EYers a participarem em concursos para ganharem bilhetes para os restantes dias do Festival” –, como externo.

Estamos a dinamizar, em conjunto com os Embaixadores EY — são 32 — nas nossas universidades target, um concurso para os estudantes que lhes vai possibilitar ganharem bilhetes para o dia 7 do NOS Alive. Em breve, vamos iniciar ainda um conjunto de passatempos nas redes sociais da EY para os nossos seguidores”, descreve. Ao todo têm 30 convites duplos para atribuir.

Com os festivais de verão a acelerar no ano de regresso — depois da interrupção imposta pela pandemia — a EY irá marcar presença em outros eventos? “Neste momento, não estão previstas presenças/ativações da EY em outros festivais de verão“, diz Teresa Freitas.

A EY não adianta o investimento da marca nesta iniciativa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EY dá boost musical ao encontro de quadros. Este ano é no NOS Alive

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião