Metas para a produção de biogás na União Europeia não são realistas, considera Nature Energy

  • Capital Verde
  • 7 Julho 2022

CEO da maior produtora de biogás na Europa pede que o processo de licenciamento seja mais célere para que sejam inauguradas mais centrais de produção.

O maior produtor de biogás da Europa alertou que serão precisos vários anos para aumentar significativamente a produção de biogás, ainda que existam esforços por parte da União Europeia (UE) para acelerar esse feito de forma a reduzir a dependência do gás russo.

O biometano é quimicamente idêntico ao gás natural, mas produzido através da decomposição controlada de resíduos animais e industriais. Até ao final do ano, a UE quer que a produção mais do que duplique e contribua em 3% para a meta de reduzir em dois terços todas as importações de gás russo.

No entanto, Ole Hvelplund, CEO da gigante dinamarquesa Nature Energy, considera que a meta não é realista, uma vez que são necessárias mais centrais de produção de biogás, e para surgirem, é preciso que o processo de licenciamento seja mais célere. Segundo o responsável, a aprovação deste documento demora, pelo menos, dois anos.

“O principal fator para conseguir mais produção é construir mais fábricas. E isso não se faz num verão. Leva algum tempo”, afirmou em declarações ao Financial Times, argumentando que esse aumento de produção não será possível através das centrais já existentes devido às “restrições físicas”.

A indústria de biometano tem em curso esforços para se transformar de uma indústria artesanal fragmentada para uma à escala industrial. A Nature Energy, que gerou 200 milhões de euros em receita no ano passado, está a liderar o processo na União Europeia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Metas para a produção de biogás na União Europeia não são realistas, considera Nature Energy

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião