Vendas europeias de carros em junho em mínimos de 1996

Falta de unidades e disparo da inflação perturbam venda de automóveis na Europa. Descida do mercado nacional superou média europeia.

Desde 1996 que na Europa não se vendiam tão poucos carros novos no mês de junho. A falta de unidades para entrega e a subida da taxa de inflação estão a travar o interesse pelo mercado automóvel, segundo os dados da associação europeia de fabricantes (ACEA), na sigla original.

Em junho, foram registados 886.510 carros novos ligeiros de passageiros, menos 15,4% do que em igual mês de 2021, de acordo com os números divulgados nesta sexta-feira.

Por países, o último mês foi negativo em todos os países da União Europeia, com exceção da Letónia. Portugal teve a décima maior descida no comércio automóvel (-18,1%), em igualdade com a Alemanha.

No primeiro semestre, a quebra do mercado foi de 14%, para 4.608.205 unidades. Entre janeiro e junho, as matrículas de carros novos em Portugal travaram 7,4%, o 15.º maior recuo da UE.

Por grupos automóveis, a Volkswagen manteve o primeiro lugar (215.390 matrículas) em junho, apesar da descida de 22,3% face a junho de 2021. O grupo Stellantis aproximou-se da liderança (190.863 unidades) mesmo que tenha travado 17%. O grupo Renault conservou o terceiro posto, tendo estabilizado nas 121.681 unidades.

Nos dados do primeiro semestre, repete-se a ordem dos grupos automóveis: Volkswagen em primeiro, seguida da aliança Stellantis e do grupo Renault.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vendas europeias de carros em junho em mínimos de 1996

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião