Lisboa acompanha descida das bolsas europeias. Jerónimo Martins e Galp travam queda

As principais bolsas europeias registam perdas no arranque da sessão desta terça-feira. Em Lisboa, quedas da Corticeira Amorim e da Altri penalizam o PSI.

A sessão desta terça-feira arrancou com uma tendência negativa nas principais bolsas europeias e a praça portuguesa não foi exceção. A maioria das cotadas do índice de referência nacional encontram-se a negociar no vermelho, com destaque para a Altri, que tem protagonizado uma desvalorização significativa nas últimas sessões.

Pela Europa, o dia começa negativo, após terem sido conhecidos dados e números económicos dececionantes, nomeadamente sobre a produção industrial. O Stoxx 600 cai 0,3%, enquanto o francês CAC-40 recua 0,2%, o alemão DAX perde 0,4% e o espanhol IBEX-35 desvaloriza 0,1%, a par com o britânico FSTE 100.

Já em Lisboa, o PSI perde 0,69%, para 6.054,96 pontos. Entre as 15 cotadas do índice de referência nacional, a grande maioria negoceia em terreno negativo.

Nas perdas, destaque para a Altri, que já desvalorizou cerca de 10% nas duas últimas sessões. A papeleira anunciou lucros de quase 70 milhões de euros no primeiro semestre, um crescimento superior a 56%, mas os investidores estão a castigar a empresa na bolsa, devido a receios de um período menos favorável adiante. A tendência de desvalorização continua, e os títulos da Altri recuam 1,44%, para 5,13 euros.

A pesar no PSI está também o BCP, que cai 1,12% para 0,1416 euros, e a Corticeira Amorim, que recua 1,72% para 10,30 euros. A empresa apresenta esta terça-feira os resultados do primeiro semestre de 2022. Já os CTT perdem 1,05%, para 3,30 euros.

Por outro lado, nos ganhos encontra-se a Jerónimo Martins, que sobe 0,70%, para 22,86 euros; e a Galp Energia, que avança 0,20%. “Pesos pesados” ajudam a sustentar a bolsa e travam perdas mais expressivas. Já a Greenvolt sobe 0,91%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa acompanha descida das bolsas europeias. Jerónimo Martins e Galp travam queda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião