Nas notícias lá fora: Cessar-fogo, Auchan e Twitter

Ex-chanceler alemão considera que cessar-fogo entre Ucrânia e Rússia é possível após acordo para cereais. Reino Unido já estará em recessão, com queda no rendimento das famílias.

Depois da saída do primeiro navio com cereais ucranianos em tempo de guerra, o antigo chanceler alemão Schröder, amigo de Putin, considera que este acordo pode abrir caminho para um cessar-fogo. No Reino Unido, a recessão já está à vista, com um estudo a prever uma queda no rendimento disponível das famílias. O Twitter é outro dos temas do dia, com a empresa a avançar com passos para questionar bancos sobre as intenções de Elon Musk para rasgar o acordo de aquisição. Veja estas e outras notícias que marcam a atualidade internacional.

Reuters

Schröder diz que acordo de cereais pode abrir caminho a cessar-fogo

O acordo entre Moscovo e Kiev para desbloquear as exportações de cereais ucranianos pode oferecer um caminho para um possível cessar-fogo no conflito de cinco meses, defende o ex-chanceler alemão Gerhard Schröder, amigo do presidente russo Vladimir Putin. O primeiro navio de transporte de cereais a deixar os portos ucranianos em tempo de guerra ancorou na costa da Turquia na terça-feira e deve ser inspecionado na quarta-feira.

Leia a notícia completa na Reuters (acesso livre/conteúdo em inglês).

Bloomberg

Reino Unido já está em recessão e caminha para a estagflação

A economia do Reino Unido já está em recessão, sendo que a crise do custo de vida terá consequências devastadoras para o rendimento das famílias, concluiu um estudo do Instituto Nacional de Pesquisa Económica e Social. O think thank prevê que o rendimento médio real disponível cairá 2,5% este ano e permanecerá 7% abaixo do nível pré-Covid até 2026. “A economia do Reino Unido está a entrar num período de estagflação com alta inflação e uma recessão atingindo a economia simultaneamente”, disse Stephen Millard, vice-diretor de macroeconomia do instituto.

Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso condicionado, conteúdo em inglês).

Reuters

Twitter questiona bancos sobre alegadas tentativas de Musk de minar acordo de aquisição

O Twitter está à procura de provas de que Elon Musk tentou sabotar o financiamento do acordo de aquisição de 44 mil milhões de dólares pela rede social, avançando com dezenas de intimações civis esta semana a bancos globais, como unidades do Morgan Stanley, coinvestidores no acordo, incluindo uma afiliada da Brookfield Asset Management e consultores do próprio multimilionário. O Twitter estará também a analisar a motivação do CEO da Tesla para desistir do acordo.

Leia a notícia completa na Reuters (acesso livre/conteúdo em inglês).

Expansión

Alcampo compra 235 lojas do grupo Dia

A Alcampo, subsidiária espanhola do grupo Auchan, chegou a um acordo para comprar 235 supermercados de média dimensão do Grupo Dia por 267 milhões de euros. São estabelecimentos com cerca de 760 metros quadrados, localizados em Madrid, Aragão, Astúrias, Castela e Leão, Galiza, Cantábria, Navarra e País Basco, e somam uma área comercial de cerca de 180 mil metros quadrados.

Leia a notícia completa no Expansión (acesso pago/conteúdo em espanhol).

El Economista

Construtoras espanholas perto dos 205 mil milhões de euros em contratos

As seis maiores construtoras de Espanha — ACS, Acciona, Ferrovial, Sacyr, FCC e OHLA — alcançaram quase 205 mil milhões de euros em contratos no primeiro semestre, um aumento de 19% face a junho de 2021 e o valor mais alto, em termos absolutos, desde 2017. Este desempenho deve-se, sobretudo, à contratação nos mercados internacionais. O volume de pedidos acumulados no exterior somou 167 mil milhões de euros no final do primeiro semestre, um aumento de 9,4% em relação a dezembro de 2021.

Leia a notícia completa no El Economista (acesso livre/conteúdo em espanhol).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nas notícias lá fora: Cessar-fogo, Auchan e Twitter

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião