Mochilas feitas de equipamentos desportivos reaproveitados vence programa Triggers

A startup ganhou um prémio de 15 mil euros para aperfeiçoar o modelo de negócio que traz circularidade ao mundo do desporto. AniMob e Material Species completaram o pódio.

A La Virgule, que transforma equipamentos desportivos técnicos em mochilas, é a vencedora do Triggers, programa de aceleração de projetos ambientais da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, gerido pela Casa do Impacto. A AniMob e a Material Species completam o pódio. Ao todo foram entregues 34,5 mil euros em prémios aos três vencedores da primeira edição.

“A primeira edição deste programa foi muito positiva, conseguimos envolver a comunidade empreendedora de impacto para um programa que está a dar os primeiros passos, mas que ambiciona ser parte de um movimento que ajuda a atenuar das alterações climáticas e que liga vários intervenientes da sociedade civil”, começa por dizer Inês Sequeira, diretora da Casa do Impacto.

“Este programa contribuiu e vai continuar a contribuir para a resiliência climática – onde todos temos um papel, através da criação e promoção de um conjunto de iniciativas e estratégias que colaborem para a adaptação dos sistemas, a um novo ambiente, que promovam o bem-estar comum e que mitiguem muitas das dificuldades decorrentes das alterações climáticas. Estas startups têm as condições para singrar e vão continuar a receber o apoio da Casa do Impacto e dos vários parceiros do programa durante o próximo ano”, concluiu, em comunicado.

A La Virgule tem como missão tornar o mundo do desporto e do ar livre uma realidade circular, transformando equipamentos técnicos, que seriam habitualmente incinerados, em mochilas. A startup ganhou um prémio de 15 mil euros para aperfeiçoar o modelo de negócio que traz circularidade ao mundo do desporto.

Em segundo lugar, vencedora de um prémio de dez mil euros, ficou a AniMob que oferece um serviço de partilha de terreno e gado, para a área agroalimentar e florestal, através de uma gestão única e comum das terras e dos animais, com o objetivo de reduzir os custos de produção, prevenir os incêndios florestais, reter carbono e aumentar a resiliência dos solos.

Já a Material Species, um projeto da Studio 8, propõem-se a mudar o paradigma da construção, transformando os resíduos de demolição e construção em materiais de revestimento de qualidade, únicos e personalizados. Recebeu o prémio de cinco mil euros por ter conquistado o terceiro lugar.

Todos os vencedores ganharam um ano de incubação na Casa do Impacto para continuarem a desenvolver e escalar os seus projetos bem, uma bolsa para capacitação no valor de 1.500 euros para cada finalista, bem como acesso à fase de seleção da próxima edição do Fundo +PLUS, da Casa do Impacto.

O Triggers é um programa de aceleração que pretende estimular a geração de novas ideias de impacto ambiental e a sua transformação em soluções tecnicamente viáveis e financeiramente sustentáveis. Terminada a primeira edição, a partir de agora o programa vai procurar soluções inovadoras para a resolução de problemas e necessidades ambientais, abrindo candidaturas todos os anos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mochilas feitas de equipamentos desportivos reaproveitados vence programa Triggers

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião