Greve na Portway ameaça lançar caos nos aeroportos de 26 a 28 de agosto

Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil emite novo pré-aviso de greve, desta feita abrangendo os trabalhadores da Portway dos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro e Funchal.

É mais um pré-aviso de greve a ameaçar lançar o caos nos aeroportos nacionais em plena época de férias. O SINTAC – Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil acaba de emitir um pré-aviso de greve, sob a forma de paralisação geral do trabalho dos trabalhadores da Portway dos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro e Funchal, que entrará em vigor a partir das 00h00 do dia 26 de agosto até às 24h00 do dia 28 de agosto.

Em causa diz estar a política de recursos humanos assumida nos últimos anos pela Portway, empresa detida pelo Grupo VINCI, “de confronto e desvalorização dos trabalhadores por via de consecutivos incumprimentos do Acordo de Empresa, confrontação disciplinar, ausência de atualizações salariais, deturpação das avaliações de desempenho que evitam as progressões salariais e má-fé nas negociações”.

Em comunicado, a estrutura sindical que em conjunto com os Quadros da Aviação Comercial (SQAC) já tinha lançado há duas semanas um outro pré-aviso de greve de 19 a 21 de agosto abrangendo “todos os trabalhadores de todos os aeroportos da ANA, concessionados pelo grupo Vinci Aeroportos”, denuncia um “clima de terror psicológico, onde proliferam ameaças e instauração de processos disciplinares, criando uma instabilidade social sem ímpar na história da empresa”.

Veja as cinco reivindicações feitas à Portway:

  1. Cumpra o Acordo de Empresa (AE) de 2016;
  2. Respeite a avaliação de desempenho e não a utilize como mecanismo unilateral para evitar progressões – a empresa persiste que as avaliações efetuadas em 2019 e 2020 continuam válida, tendo por consequência bloqueado a progressão de carreira em cerca de 90% dos seus trabalhadores;
  3. Cesse a aplicação da cláusula 33ª de forma arbitrária que, através de interpretações enviesadas, está a criar uma situação de discriminação aos trabalhadores afetos ao acordo de empresa 2016 vs. trabalhadores do acordo de empresa 2020;
  4. Assuma inequivocamente o pagamento de feriados a 100% a todos os trabalhadores sejam eles do AE 2016 ou do AE 2020;
  5. Proceda a atualizações salariais imediatas, que tenham em conta a inflação galopante e que reponha o poder de compra dos trabalhadores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Greve na Portway ameaça lançar caos nos aeroportos de 26 a 28 de agosto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião