Ministério da Educação alvo de mais de 200 reclamações no Portal da Queixa

Ministério da Educação foi alvo de mais de 200 queixas, das quais 63 dizem respeito a problemas com o Portal das Matrículas, e 42 a dificuldades com a plataforma MEGA.

Desde o início de 2022 que já foram feitas mais de 200 reclamações contra o Ministério da Educação, nomeadamente devido a problemas com as plataformas MEGA (Manuais Escolares Gratuitos) e Portal das Matrículas, avançou esta quinta-feira o Portal da Queixa.

Segundo análise do Portal da Queixa, desde 1 de janeiro até 16 de agosto, o Ministério da Educação recebeu um total de 208 queixas, sendo que 63 das quais dizem respeito a problemas com o Portal das Matrículas, e 42 referentes a dificuldades com a plataforma MEGA. Em termos homólogos, as queixas relativas à plataforma MEGA aumentaram 20% entre julho e agosto de 2022.

Entre os principais problemas apontados pelos pais e encarregados de educação, no que toca à plataforma MEGA, estão problemas com a atribuição e/ou validação dos vouchers (41%); problemas de acesso à plataforma ou validação dos dados para obtenção dos vouchers (37%); dificuldades no suporte ao utilizador, apoio e assistência técnica (17%).

Já no que toca ao Portal das Matrículas, “o principal motivo de queixa é a não atribuição de colocação na escola eleita, ou seja, a falta de vaga para o aluno”, pode ler-se, sendo que este portal acolhe 38% das reclamações.

A página do Ministério da Educação apresenta uma taxa de resposta de 58,3%, e uma taxa de solução de 47,3%, o que significa que “na maioria das vezes”, os consumidores ficam sem qualquer resposta, conforme indica o Portal da Queixa. Neste sentido, o Índice de Satisfação do Ministério da Educação regista uma pontuação de 48,6 em 100.

Para Pedro Lourenço, fundador do Portal da Queixa, todos os anos existem relatos de experiências negativas na utilização dos diversos canais digitais do Estado. “Como plataforma digital que somos, entendemos as dificuldades associadas à manutenção e operacionalização que permitam uma navegação segura e eficaz, contudo, sabemos também que é possível a execução da mesma com a eficácia e sucesso expectáveis” acrescenta o fundador.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ministério da Educação alvo de mais de 200 reclamações no Portal da Queixa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião