Nas notícias lá fora: BCE, emprego e Monkeypox

  • ECO
  • 18 Agosto 2022

OMS está a fazer estudos para determinar se mutações genéticas no vírus Monkeypox estão na origem da propagação rápida da infeção. Google anunciou robôs capazes de entenderem ordens humanas.

Desde o aumento das taxas de juros em julho, a perspetiva de evolução da inflação na zona euro não melhorou. Por isso, Isabel Schnabel, membro do Conselho de Governadores do BCE, defende um outro grande aumento da taxa diretora no próximo mês. Em Espanha, em agosto fez um ano desde que o sistema de Segurança Social recuperou o nível de emprego que tinha antes da crise pandémica. Nos últimos 12 meses foram criados mais 700 mil postos de trabalho. Esta e outras notícias marcam a atualidade internacional.

Reuters

Schnabel diz que perspetivas inflacionistas não melhoraram e antecipa nova subida de juros do BCE

A perspetiva de evolução da inflação na zona euro não melhorou desde o aumento das taxas de juros em julho, disse Isabel Schnabel, membro do Conselho de Governadores do BCE, sugerindo que defende um outro grande aumento da taxa diretora no próximo mês, mesmo que agravem os riscos de uma recessão. O banco central dos 19 países do euro surpreendeu os investidores com uma subida de 50 pontos base o mês passado com receios de que inflação, que agora se aproxima dos dois dígitos, se tornasse permanente. “Em julho decidimos subir 50 pontos base porque estávamos preocupados com as perspetivas de inflação”, disse Isabel Schnabel em entrevista à Reuters. “A preocupação que tínhamos em julho não aliviou… Não creio que esta perspetiva tenha mudado fundamentalmente”, frisou.

Leia a notícia completa na Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês)

Cinco Días

Espanha cria 700 mil postos de trabalho um ano depois de recupera dos níveis pré pandemia

Em agosto cumpriu-se um ano desde que o sistema de Segurança Social recuperou o nível de emprego que tinha antes da crise pandémica. Desde então, nos últimos 12 meses foram criados mais 700 mil postos de trabalho, em dados corrigidos de sazonalidade e variações de calendário, o que significa que o número de inscritos na Segurança Social deverá terminará o mês com um total de 20.176.141 pessoas, segundo os dados mais recentes. O setor informático e das telecomunicações aumentou as suas equipas em 17% face ao período pré-pandemia, mas o setor hoteleiro ainda não conseguiu recuperar esses valores.

Leia a notícia completa na Cinco Días (acesso livre, conteúdo em espanhol)

France24

OMS estuda mutações genéticas do vírus Monkeypox

A Organização Mundial da Saúde (OMS) indicou que estudos decorrem para determinar se mutações genéticas no vírus Monkeypox estão na origem da propagação rápida da infeção, considerada desde 23 de julho uma emergência de saúde pública internacional. A OMS justificou que “há algumas diferenças genéticas entre os vírus da epidemia atual e os vírus mais antigos” de uma sublinhagem da África Ocidental (IIb). Os vírus Monkeypox desta sublinhagem foram identificados como estando na origem da epidemia mundial atual. “Estudos estão em curso para estabelecer os efeitos (se houver) das mutações sobre a transmissão e a gravidade da doença”, refere a organização. O número de contágios pelo vírus Monkeypox em todo o mundo aumentou 20% na última semana, em que foram contabilizados 7.500 novos casos.

Leia a notícia completa na France24 (acesso livre, conteúdo em inglês)

The Washington Post

Google apresenta robôs capazes de entenderem e executarem ordens

A gigante tecnológica norte-americana Google anunciou ter desenvolvido robôs capazes de entenderem ordens emitidas em linguagem humana e de cumprirem as tarefas pedidas pelos seus proprietários, como entregar comida ou material de limpeza. A empresa sediada na Califórnia partilhou um vídeo onde estes robôs estão a realizar pequenas tarefas. Os robôs são uma espécie de torres cilíndricas brancas com rodas e uma caixa preta no topo que dá a aparência de olhos. O aspeto inovador destes robôs é utilizarem a inteligência artificial para “pensar” por si próprios, ou seja, não foram programados para realizarem uma tarefa específica. No entanto, são capazes de ouvir uma ordem humana, interpretá-la e executá-la, reagindo com base na mensagem recebida.

Leia a notícia completa no The Washington Post (acesso pago, conteúdo em inglês)

The Guardian

Centenas de casas evacuadas devido a inundações na Nova Zelândia

Centenas de casas foram evacuadas na Nova Zelândia, na sequência de fortes chuvas que provocaram inundações, disseram as autoridades. O estado de emergência foi declarado no distrito da costa ocidental de Buller e na cidade de Nelson, onde 233 casas foram evacuadas, depois de em apenas 15 horas ter chovido o equivalente a um mês. A chuva transformou o rio principal de Nelson, Maitai, numa torrente, inundando casas e ruas até aos joelhos. A presidente da câmara da cidade, Rachel Reese, afirmou que estas inundações são um evento que acontece “uma vez em 100 anos”. Buller registou várias inundações nos últimos anos.

Leia a notícia completa no The Guardian (acesso livre, conteúdo em inglês)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nas notícias lá fora: BCE, emprego e Monkeypox

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião