Preço do frete marítimo afunda desde o verão, mas já não volta ao pré-pandemiapremium

Com o consumo a arrefecer e os armadores a reajustarem a oferta, o valor dos contentores para o transporte marítimo de mercadorias está a cair a pique. Há empresas a pagar 75% menos do que em julho.

São boas notícias para as empresas portuguesas que importam e exportam mercadorias, sobretudo com origem e destino na Ásia e na América do Norte. Os preços dos contentores para o transporte marítimo, que foram uma das primeiras “vítimas” económicas da pandemia de Covid-19 -- os valores chegaram a disparar 1.000% no início da pandemia, escalando dos 2 mil para 20 mil dólares em alguns casos --, estão a cair a pique desde o verão devido ao arrefecimento do consumo e ao reajustamento da oferta por parte dos armadores, relatam ao ECO os especialistas na movimentação de cargas. António Nabo Martins, presidente executivo da Associação dos Transitários de Portugal (APAT), confirma uma “forte descida dos fretes marítimos na rede” nos últimos três meses.No corredor Ásia-Europa e para um

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos