Greenvolt financia-se em 200 milhões de euros junto do private equity KKR

A operação é feita através da emissão de obrigações a sete anos passíveis de serem convertidas em ações a partir do terceiro ano.

A Greenvolt anunciou esta sexta-feira, em comunicado enviado à CMVM, um acordo com o private equity norte-americano KKR para a emissão de 200 milhões de euros em obrigações passíveis de serem convertidas em ações representativas do seu capital.

O preço de conversão acordado é de 10 euros por ação que, segundo a Greenvolt, se trata de um prémio 25% acima do preço médio ponderado das ações da Greenvolt cotadas na Euronext Lisboa nos 47 dias anteriores à celebração deste acordo.

De acordo com um comunicado da empresa liderada por João Manso Neto enviada à imprensa, esta operação avalia a Greenvolt em 1,39 mil milhões de euros aos preços atuais e conta já com a aprovação do grupo de acionistas detentores da maioria do capital e dos direitos de voto da empresa.

“Este investimento, que se soma a outros do fundo de investimento norte-americano no segmento das energias renováveis, vai permitir um crescimento mais acelerado da Greenvolt, potenciando também novas oportunidades de negócio”, refere a Greenvolt em comunicado.

No seguimento desta operação, o KKR irá também nomear um membro não executivo do conselho de administração da Greenvolt, que poderá ser posteriormente indicado por um obrigacionista que adquira mais de metade das obrigações.

Numa apresentação a investidores institucionais divulgada hoje, a empresas de energias renováveis refere ainda que “a parceria com a KKR permitirá à Greenvolt consolidar a sua força e acelerar o crescimento.”

As obrigações não serão admitidas à negociação na Bolsa e apresentam uma taxa de cupão de 4,75% e uma maturidade de sete anos, podendo a conversão dos títulos de dívida em ações ser exercida no final do terceiro ano.

Vincent Policard, partner da KKR e codiretor de Infraestruturas para a Europa, adianta que o private equity vislumbra uma “grande oportunidade para a Greenvolt na biomassa, na energia eólica e solar de larga escala e na geração distribuída, e este investimento está alinhado com o compromisso da KKR para dar novos passos rumo à importante transição energética.”

Com esta operação, a Greenvolt aumenta para 450 milhões de euros o montante angariado através de emissões obrigacionistas desde julho de 2022.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Greenvolt financia-se em 200 milhões de euros junto do private equity KKR

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião