CTT vão subir preços em 6,58% a partir de 1 de março

Fórmula prevista para atualizar preços do correio ditará um aumento de 6,58% das tarifas a partir de 1 de março, comunicaram os CTT esta quinta-feira ao mercado.

Os preços do correio vão aumentar 6,58% a partir de 1 de março, anunciaram os CTT CTT 0,34% esta quinta-feira num comunicado divulgado através da CMVM. A subida é o resultado da aplicação da fórmula que foi acordada entre a empresa, a Anacom e a Direção-Geral do Consumidor.

“Os CTT informam que a atualização dos preços do cabaz de serviços de correspondências, correio editorial e encomendas ocorrerá a partir de 1 de março de 2023, correspondendo a uma variação média anual do preço de 6,58%”, refere o comunicado.

De acordo com os Correios, “enquadrada na política tarifária da empresa para o ano de 2023, a presente atualização corresponde a uma variação média anual dos preços de 6,24%, refletindo também o efeito da atualização dos preços especiais do correio em quantidade”.

“Esta atualização resulta da aplicação do convénio de preços do serviço postal universal para o período de 2023-2025 de 27 de julho de 2022, o qual estabelece uma variação máxima anual dos preços do cabaz de serviços objeto do convénio”, explica a empresa.

A fórmula a que os CTT se referem incorporam várias variáveis, sendo a mais importante a da “taxa de variação média dos últimos 12 meses do Índice de Preços do Consumidor a terminar em junho do ano anterior (2022)”, no valor de 4,05%. Pondera ainda a queda do tráfego do correio em 3,61% nos 12 meses a terminar nesse mês. Apesar de previsto, não foi aplicado qualquer fator correspondente a “alterações significativas de contexto”.

A taxa de 6,58%, ainda assim, é inferior ao que previa o presidente executivo dos CTT, João Bento, quando interpelado pelo ECO em setembro acerca deste tema. Na altura, o gestor disse esperar um aumento superior a 6,8% e defendeu que “o impacto” do aumento dos preços do correio tem um efeito “absolutamente desprezível” na “atividade das empresas, e, sobretudo, nas famílias”. O peso médio no orçamento familiar, nas contas dos Correios, é de 0,013%, rondando os três euros por ano.

(Notícia atualizada pela última vez às 19h11)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CTT vão subir preços em 6,58% a partir de 1 de março

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião