Operadoras vão começar a desligar 3G já a partir de setembro

Com a cobertura de quinta geração a avançar cada vez mais no país, a Vodafone, a Nos e a Altice oficializaram a decisão de começar a desligar a rede 3G daqui a cerca de um ano.

O 5G está no ar. Por isso, a Vodafone, a Nos e a Altice decidiram começar a desligar o velho 3G. No caso da Altice será já a partir do dia 4 de setembro, devendo o processo estar concluído no final de janeiro do próximo ano. Na Vodafone, por sua vez, o processo deverá iniciar dentro de um ano, a partir de julho de 2024, enquanto a Nos adianta que começará a desligar o 3G a partir de meados do próximo ano.

“A Vodafone Portugal vai iniciar dentro de um ano, a partir de julho de 2024, progressivamente, o desligamento da sua rede 3G, um passo importante para reforçar o acesso dos clientes no país a comunicações mais rápidas, eficientes e ainda mais seguras”, dá conta a operadora.

Segundo a empresa, “a esmagadora maioria dos clientes da Vodafone não será afetada por esta mudança”, pois já dispõe de equipamentos e cartões SIM compatíveis com 4G e 5G, que são tecnologias mais recentes. Quanto aos restantes, para não ficarem sem comunicações, serão “atempadamente contactados pela Vodafone e terão um período alargado” de um ano para adquirirem um novo telemóvel ou atualizarem o cartão.

A operadora lembra que lançou as comunicações de terceira geração em Portugal em 2004 e que chegou o momento de evoluir, à semelhança do que já está a fazer em muitos outros países europeus. A decisão insere-se, por isso, numa “tendência mundial de descontinuar tecnologias mais antigas”.

“Esta mudança é inevitável perante a evolução tecnológica e permitirá responder ao crescente consumo de dados, realocando as frequências até agora utilizadas pelo 3G para uso de redes mais modernas como o 4G e 5G. Com esta atualização, que beneficia a digitalização do país, as comunicações ganham mais velocidade, capacidade, estabilidade, eficiência e resiliência”, argumenta a Vodafone Portugal na mesma nota.

Depois da publicação desta notícia, a Nos NOS 0,14% confirmou que também vai iniciar o processo de descontinuação da rede 3G “de forma faseada a partir de meados do próximo ano”, disse à Lusa fonte oficial da operadora de telecomunicações, quando questionada sobre o tema.

Fonte oficial da Nos referiu que “a descontinuação do 3G é um movimento tecnologicamente natural pelo qual todos os operadores de comunicações irão passar”. Trata-se de um “movimento benéfico para os clientes e que reforça a disponibilidade das redes 4G e 5G, permitindo uma melhoria da qualidade de rede, maior velocidade de navegação, menor latência e maior eficiência energética”, adiantou a operadora liderada por Miguel Almeida.

“Também a Nos terá o seu processo de descontinuação do 3G, algo que ocorrerá de forma faseada a partir de meados do próximo ano e que, brevemente, será comunicado a todos os seus clientes”, acrescentou.

À semelhança das suas concorrentes, também a Altice Portugal anunciou que “vai descontinuar, faseadamente, a tecnologia 3G”. Processo que tem início a partir de 4 de setembro e deverá estar concluído a 31 de janeiro de 2024, disse fonte oficial da companhia à Lusa.

Esta evolução “natural da rede móvel da Altice, que combina várias gerações de tecnologia, tem vindo a ser comunicada aos clientes desde 25 de junho, com o compromisso de os acompanhar neste processo que culminará com disponibilização de infraestruturas de alta capacidade face às exigências de comunicação do futuro“, adiantou ainda a mesma fonte.

A dona da Meo “está continuamente a investir nas suas redes e a desenvolver serviços que respondam, de forma eficaz, às necessidades dos seus clientes assegurando a melhor experiência. Este movimento de melhoria das infraestruturas é inevitável face à evolução da tecnologia e à digitalização do país, que a Altice tem liderado, e está a acontecer a nível europeu e mundial”.

Tal “irá permitir uma otimização das potencialidades da rede 4G e 5G, com maior cobertura, velocidade e resiliência e traduzir-se-á em melhorias na experiência do consumidor e das empresas, na utilização de tecnologias mais eficientes e na sustentabilidade ambiental”, concluiu.

(Notícia atualizada com mais informação às 17h49)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Operadoras vão começar a desligar 3G já a partir de setembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião