“Portugal está há 20 anos a subir impostos para cobrir buraco das contas públicas”, diz Ricardo Reispremium

Economista da London School of Economics defende que Portugal deve avançar com reformas à economia, nomeadamente quando se aproximam desafios como a retirada de apoios do BCE e a inflação.

Após a crise provocada pela pandemia, abre-se a oportunidade de ter um novo paradigma na economia portuguesa. No entanto, o Orçamento do Estado e também o plano para aplicar a bazuca europeia não estão focados nas reformas à economia, defende Ricardo Reis, professor no departamento de economia da London School of Economics. O economista, que participou num estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS) que apontou caminhos para um novo paradigma, defende que a economia portuguesa está estagnada e necessitava de medidas como a redução de IRC, isto quando Portugal está, há 20 anos a subir impostos, ou a ameaçar subir impostos, para "tentar cobrir o buraco das contas públicas",sublinha Ricardo Reis, em entrevista ao ECO. Apesar de ver falta de ambição no Plano de Recuperação e

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos