• Entrevista por:
  • Filipe Maria

Volvo Cars prevê que 70% das vendas portuguesas em 2025 sejam de elétricospremium

Embora a guerra na Ucrânia tenha afetado a normalidade do mercado, Susanne Hägglund, CEO da Volvo Car, admite que a crise dos componentes e o confinamento em Xangai afetaram mais a produção.

Após suceder a Edson Ishikawa enquanto CEO da Volvo Cars em Portugal, que passou a ocupar o cargo de head of product & consumeroffer da região EMEA, Susanne Hägglund falou com o ECO sobre o seu objetivo de cimentar a estratégia global da marca no país. Após uma década na SKF, uma das maiores fabricantes de rolamentos do mundo, Susanne juntou-se à Volvo Cars em 2018 e conta já com mais de 20 anos de experiência em Consultoria de Gestão e Business Development. Focada no caminho para a sustentabilidade e eletrificação da marca, a CEO diz que carrega consigo uma preocupação genuína com as pessoas. Susanne Haglund já foi distinguida e premiada na área de Business Transformation e recebeu em 2021 o prémio Automotive News Europe Rising Star, concedido a executivos do setor automóvel graças à

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
  • Filipe Maria