Está na hora de aprender a viver com a covid? E como será isso?premium

A questão não é se teremos de “aprender a viver com a covid” - é claro que sim. A pergunta é outra: qual será o momento certo? Ou seja, perceber quando e como se poderá “voltar à normalidade”.

Na segunda-feira Boris Johnson anunciou com pompa e peito feito que 19 de julho deverá ser mesmo o “dia da liberdade” em que os ingleses se livram das restrições pandémicas impostas pelo Governo e terão de se apoiar no “bom senso” e na “responsabilidade individual” para “aprender a viver com a pandemia”.Isto, apesar do número de infetados continuar a subir: de pouco mais de mil casos diários no início de maio, antes da variante delta disparar, o Reino Unido (RU) saltou para mais de 20 mil novos casos todos os dias no final de junho - e esta semana já houve dias acima de 30 mil casos. É certo que os valores estão bastante longe dos de janeiro, no pico da vaga de inverno, quando o RU estava com uma média a sete de dias de quase 60 mil novos casos diários. Mas já está em cerca de metade

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos