Editorial

Paddy Cosgrave, a Web Summit e a liberdade de imprensapremium

O fundador da Web Summit promove painéis sobre a liberdade de imprensa, mas quando os jornalistas escrevem sobre os negócios e casos que o envolvem, lá vem a ameaça de processos judiciais.

Paddy Cosgrave é uma figura. Literalmente. Com mérito, fundou a Web Summmit e catequizou-nos sobre as virtudes das 'startups', o novo mundo da tecnologia que nos salvaria, a nós, portugueses, da pobreza. É na verdade uma grande feira, digital, mas as feiras não são pouco importantes, cria expectativas e esperanças a empreendedores que sonham construir o novo Facebook, e promete às grandes empresas que patrocinam o evento a oportunidade de descobrirem novos negócios 'baratinhos'. Agora, ameaça jornais e jornalistas que façam notícias sobre o processo judicial de que é alvo por parte de um antigo sócio. "Think again"... Em outubro, lá aparece Paddy Cosgrave em jornais e televisões a 'vender' a web summit -- aqui no ECO, também --, a anunciar novos mundos, novas oportunidades. A Web Summit

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos