Podem os ajudantes ser ajudados?

  • Magdalena Nowicka Mook
  • 27 Maio 2020

Provavelmente tem a sua lista de pessoas importantes nas suas próprias comunidades. Eles estão a experimentar o mesmo nível de stress que o resto de nós. Talvez mais. Como podemos ajudar os ajudantes?

O mundo como o conhecíamos simplesmente não existe mais. Incerteza, ansiedade, frustração – estas emoções definem mais hoje os nossos dias do que otimismo, orientação para o futuro e a procura de novos máximos para as nossas vidas, carreiras e planos.

Mesmo com esta pandemia do Covid-19, existem muitas pessoas que, enfrentando os mesmos problemas que todo nós, se colocam à disposição para ajudar; incluindo médicos, enfermeiros, terapeutas respiratórios, equipas de serviços ambientais e de serviços de alimentação em hospitais; e outras pessoas dos serviços essenciais de saúde.

E há muitas outras que talvez não sejam tão óbvios: pessoas que preparam e entregam comida para quem necessita, caixas e empregados de supermercado; empregados de postos de gasolina, funcionários de organizações sem fins lucrativos que fornecem populações carentes e muito mais.

Provavelmente você tem a sua própria lista de pessoas importantes nas suas próprias comunidades. Eles estão a experimentar o mesmo nível de stress que o resto de nós. Talvez mais. Como podemos ajudar os ajudantes?

Em todo o mundo, o coaching e os coaches têm ajudado pessoas e organizações a encontrar equilíbrio e a adaptarem-se ao novo normal. (É importante ter em atenção que, em situações como esta, o coaching pode não ser a única ou a melhor maneira de prestar apoio. Terapia, apoio à saúde mental ou aconselhamento podem ser uma escolha melhor. Os coaches devem familiarizar- se com os sinais de que um cliente beneficiará de encaminhamento para terapia.) O coaching pode abrir muitas possibilidades e ajudar as pessoas a entender o seu estado de espírito, entender os seus sentimentos, desenvolver a sua resiliência e preparar- se para lidar com este tempo prolongado de stress, ansiedade e incerteza.

Quase toda a gente é agora solicitada muito mais do que antes. Os líderes normalmente desempenham duas ou três funções ao mesmo tempo! Eles tentam manter o negócio a funcionar, seja lá o que isso for. Eles tentam preparar-se para as mudanças que serão necessárias ou desejáveis ​​à medida que avançamos e, finalmente, ultrapassamos a crise. Eles também devem cuidar do seu próprio bem-estar e da sua família.

Todos nós precisamos de um descanso. Todos nós precisamos reconhecer que, por mais que nos esforcemos, isto não é “business as usual”. Não podemos ignorar isto. Precisamos aceitar e ajustar as nossas próprias expectativas.

No dia 6 de maio de 2020, decorreu o primeiro International Coaching Day, criado pela International Coaching Federation. Num esforço de solidariedade e unidade sem precedentes, coaches de todo o mundo ofereceram os seus serviços gratuitamente àqueles que mais precisam, àqueles que já ofereceram tanto para ajudar os outros. Durante um período de 35 horas consecutivas, coaches em todo o mundo tiveram conversas significativas com os seus clientes, apoiando-os da maneira que fosse mais útil. Que maneira poderosa de fazer o que é necessário e útil.

Os ajudantes precisam de ajuda. Os ajudantes merecem ser ajudados. O coaching profissional é uma opção.

A Internacional Coaching Federation e os nossos coaches estão disponíveis, preparados e dispostos a compartilhar o nosso conhecimento e experiência para contribuir significativamente neste momento, porque esta é a nossa visão: O coaching é parte integrante de uma sociedade próspera. Porque o coaching muda vidas.

*Magdalena Nowicka Mook, CEO da International Coaching Federation

  • Magdalena Nowicka Mook

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Podem os ajudantes ser ajudados?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião