Women at work. Segurança e promoção da diversidade são essenciais para o espaço de trabalho

  • Bárbara Clemente
  • 8 Março 2022

Com a diversidade e inclusão estão cada vez mais no topo das políticas das empresas, torna-se indispensável desenhar espaços de trabalho que permitam às mulheres sentirem-se confortáveis e seguras.

Cerca de 75% das mulheres priorizam segurança pessoal e do edifício, no regresso ao escritório e na experiência do dia-a-dia, revela o recente estudo da Savills (Savills Office Fit Survey 2021) sobre os must have no espaço de trabalho.

Poderá ser controverso, pois não deixam de ser a desigualdade de oportunidades, salários, progressão, apoio, entre outros, os elementos-chave para evolução na carreira. Mas existe um fator que suporta todo o percurso: a segurança da mulher no mundo (ainda) dominado por homens.

Segundo o referido estudo de mercado, existem substanciais diferenças nas necessidades, e seu grau de importância, para o espaço de trabalho conforme as especificidades de cada género. Por exemplo, do lado masculino são identificados, no topo das suas necessidades, elementos como balneários, estacionamento, carregadores elétricos, apoio para bicicletas, entre outros. Ou seja, são benefícios que melhoram o seu dia-a-dia, mas que não são condicionantes, tal como a segurança, para o seu desempenho como profissionais.

As mulheres, cerca de 50% da população mundial, representam aproximadamente 40% do mercado de trabalho, conforme dados de World Bank. Apenas 5% das empresas tem mais de 50% dos cargos de direção ocupados por elementos femininos. Que implicações poderá ter na nossa segurança?

Num contexto atual em que a diversidade e inclusão estão cada vez mais no topo das políticas das empresas, torna-se indispensável desenhar espaços de trabalho que permitam às mulheres sentirem-se confortáveis e seguras. Centros de decisão mais diversificados irão permitir desenhar espaços mais inclusivos. Estratégias simples, como a criação de espaços mais transparentes e amplos que reduzam a possibilidade de assédio privado, com reforço dos sistemas de controlo de acessos. Por outro lado, a criação de zonas confortáveis para amamentação ou recolha de leite deverão estar na lista de requisitos para que um espaço de trabalho possa apoiar ativamente a mulher no seu dia-a-dia.

Mais do que nunca, os espaços de trabalho deverão oferecer diferentes tipos de ambiente, que permitam que os seus ocupantes possam usufruir de uma experiência o mais diversificada possível ao longo do dia, conforme o tipo de tarefa que estejam a desempenhar: trabalho individual, de foco, colaboração ou momentos de pausa. Isto irá permitir uma maior interação entre pessoas e potenciar a tolerância e respeito entre cada um.

Compreender estas diferentes formas de priorizar e experienciar os espaços, com diferentes perceções por parte de cada género, irá certamente enriquecer os ambientes de trabalho e o espírito de equipa e colaboração nas empresas.

  • Bárbara Clemente
  • Associate Architect, WELL AP & Workplace Strategist da Savills Portugal

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Women at work. Segurança e promoção da diversidade são essenciais para o espaço de trabalho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião