Stiglitz: É “mais fácil que a Alemanha saia do Euro”

  • Ana Luísa Alves
  • 15 Setembro 2016

Economista norte-americano disse à agência France Presse que falta austeridade à Europa.

Joseph Stiglitz, Nobel da Economia em 2011, considerou que o projeto do Euro pode ser mais fácil com a Alemanha fora da moeda única. “O caminho mais fácil é que a Alemanha saia do Euro”, disse o economista, em entrevista à agência France Press. A afirmação surge duas semanas depois de Stiglitz ter dito, em entrevista à Antena 1, que este seria também o melhor caminho para Portugal.

Para Stiglitz o que faz falta é “mais Europa”, relembrando que “a austeridade permite voltar a ter crescimento e prosperidade”. No entanto, o economista acrescentou que, atualmente, a tese “é rejeitada pela maioria dos economistas e inclusive pelo Fundo Monetário Internacional (FMI)”.

De acordo com o Nobel da Economia, a moeda única foi criada precocemente, sem que os países estivessem preparados para acolher uma política monetária comum. Os europeus “puseram o carro na frente dos bois”. “A moeda única tirou dos Estados os dois mecanismos de ajuste mais importantes: a taxa de câmbio e a taxa de juro. Os países estão com as mãos e os pés atados e só têm alguma margem (de manobra) na política fiscal. O mesmo acontece com o Banco Central Europeu (BCE), que só deve concentrar-se na inflação”, sublinhou Stiglitz.

Na mesma entrevista, o economista disse ainda que “a moeda única europeia foi mal concebida, sob a influência da ideologia neoliberal” e, hoje, é a causa de muitos dos problemas da zona do euro, como a estagnação económica ou o desemprego. “É preciso mudar as regras quando as regras estão erradas, caso contrário as consequências serão desastrosas”.

Stiglitz é autor do livro “O Euro: como a moeda única ameaça o futuro da Europa”.

Editado por Mariana Barbosa

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Stiglitz: É “mais fácil que a Alemanha saia do Euro”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião