Investidores estrangeiros: novo IMI é “assustador”

Investidores estrangeiros criticaram o já anunciado novo imposto sobre o imobiliário de luxo, ouvidos pela Bloomberg num congresso no Estoril. O investimento pode retrair-se ainda mais.

O novo imposto sobre o imobiliário de luxo, apesar de ainda não estar fechado, já tem causado polémica na opinião pública. O assunto chegou aos ouvidos dos investidores internacionais de imóveis que apelidam o efeito da nova medida, se aprovada e implementada, de “assustador”.

As palavras do CEO da empresa Vilamoura World não são animadoras para o investimento em Portugal. Paul Taylor é um promotor imobiliário que está à procura de investidores estrangeiros para um resort residencial de golfe na zona de Vilamoura.

"Para ser sincero, é assustador”

Paul Taylor, CEO of Vilamoura World

Bloomberg

Com este novo imposto, já confirmado pelo primeiro-ministro António Costa, as perspetivas de Paul Taylor são piores, confessou o empresário à Bloomberg, num congresso sobre o mercado imobiliário no Estoril.

O mesmo sentimento é partilhado pela promotora de imobiliário Jasie Leekha, da empresa GreenOak Real Estate, que considera o plano do governo para este novo imposto “negativo” para os investidores em Portugal. “Um investidor internacional não pretende ver um ambiente fiscal instável”, argumentou Leekha.

Nos investidores portugueses o sentimento não é melhor. O membro da Fidelidade Investimentos Imobiliários, Miguel Santana, diz que “estão muito desconfortáveis” com o novo imposto. Esta unidade de empresa de seguros controlada pelos chineses da Fosun diz que “não gosta” do que aí vem.

O imposto, se fixado nos 500 mil euros, vai afetar 43 mil cidadãos. Se for fixado em um milhão afetará oito mil, de acordo com a deputada do Bloco de Esquerda, Mariana Mortágua.

Editado por Paulo Moutinho

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Investidores estrangeiros: novo IMI é “assustador”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião