John Cryan. Resgate do Deutsche Bank está “fora de questão”

  • Ana Luísa Alves
  • 28 Setembro 2016

Além de recusar a ideia de um novo resgate, o aumento do capital do bano alemão é "um não assunto" para John Cryan.

O CEO do Deutsche Bank, John Cryan, diz que não procurou qualquer ajuda da chanceler alemã Angela Merkel, ainda que exista a preocupação dos investidores sobre a necessidade de injetar mais capital no banco, refere o jornal alemão Bild.

Aumentar o capital do banco não é assunto que se deva discutir, segundo disse John Cryan ao Bild, e também está fora de questão aceitar a ajuda de governo. “Em momento algum eu pedi ajuda, ou sugeri algo idêntico”, salientou o responsável.

As ações do banco estão em queda livre e atingiram esta semana os valores mais baixos algum vez registados, depois da revista Germany’s Focus ter dito que o governo alemão descartou qualquer apoio à instituição financeira.

Ao Bild, o CEO do Deutsche Bank acrescentou que o banco tem capital suficiente e que as preocupações sobre os potenciais custos do conflito de interesses com as autoridades norte-americanas são exageradas. O banco pode ser alvo de uma multa de 12 mil milhões de dólares nos EUA.

Editado por Paulo Moutinho

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

John Cryan. Resgate do Deutsche Bank está “fora de questão”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião