Galp pode valorizar após acordo OPEP, diz Haitong

  • Rita Atalaia
  • 29 Setembro 2016

A petrolífera portuguesa pode beneficiar do acordo alcançado entre os membros da OPEP. Mas a maior vulnerabilidade da Galp Energia aos preços do petróleo pode vir a penalizar a empresa, diz o Haitong.

A Galp Energia GALP 0,00% pode valorizar depois de a Organização dos Países Exportadores de Petróleo ter chegado a acordo para cortar a produção de petróleo. No entanto, o Haitong diz que a petrolífera portuguesa é mais vulnerável à variação dos preços do petróleo devido à sua exposição ao Brasil, continuando a preferir a rival Repsol.

A decisão da OPEP “é positiva para petrolíferas como a Galp Energia e a Repsol, mas notamos que o acordo não é garantido, uma vez que a definição dos cortes por país tem sido o principal problema nos esforços anteriores para reduzir a produção”, diz o Haitong numa nota de research.

O setor energético europeu disparou depois da decisão e “prevemos um desempenho forte da Galp e da Repsol“, afirma o banco. No entanto, esclarece que continua a preferir a Repsol em termos do valor da ação.

“A Galp Energia é mais vulnerável aos preços do petróleo devido à sua exposição ao Brasil, enquanto a Repsol ainda beneficia da elevada alavancagem financeira para aumentar o impacto da subida do preço no lucro”, diz o Haitong.

Na reunião da OPEP que decorreu esta quarta-feira na Argélia, o cartel acordou em reduzir o nível de produção dos 33,2 millhões de barris dia verificado, em agosto, para um intervalo entre 32,5 milhões e 33 milhões de barris por dia, segundo avançou o ministro do petróleo do Irão, Namdar Zangneh, após o fim do encontro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Galp pode valorizar após acordo OPEP, diz Haitong

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião